ESTADO DE CHOQUE

Casa de moradora é atingida por tiros que mataram homem no Cabula

A vítima foi morta em frente a um condomínio da região

  • Foto do(a) author(a) Gilberto Barbosa
  • Gilberto Barbosa

Publicado em 4 de abril de 2024 às 19:30

Casa foi atingida por disparos
Casa foi atingida por disparos Crédito: Ana Albuquerque/CORREIO

Um dos mais de 40 tiros disparados contra um homem assassinado em um ponto de ônibus em frente à Universidade do Estado da Bahia (Uneb), na Rua Silveira Martins, no Cabula, atingiu a janela da casa de uma moradora de um condomínio na região. O caso aconteceu na tarde desta quinta-feira (4), por volta das 14h30.

Segundo testemunhas, três motociclistas abordaram o homem e atiraram mais de 40 vezes em direção à cabeça da vítima. Um desses disparos atingiu uma parede ao lado de uma das camas da residência, que era utilizada pela neta da dona do imóvel, que fica em frente ao local do crime. A moradora ficou em estado de choque. Ninguém ficou ferido.

"Foi tudo muito rápido, eles chegaram, atiraram e foram embora. Mesmo com o rapaz caído, eles continuaram atirando. O pessoal estava no apartamento e saiu quando a polícia chegou. Eu moro aqui há 7 anos e nunca vi algo assim", contou um morador que não quis se identificar.

A cena do crime chocou moradores, já que havia muito sangue espalhado pela fachada, jardim e telhado de entrada do condomínio, que fica em frente ao ponto de ônibus onde tudo aconteceu. O corpo foi removido do local por volta das 16h20, por equipes do Departamento de Polícia Técnica (DPT). Em seguida, moradores limparam a rua.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) registrou a morte. Guias periciais e de remoção foram expedidas. Diligências são realizadas para identificar o autor e esclarecer a motivação do crime.

Moradores limparam o local
Moradores limparam o local Crédito: Ana Albuquerque/CORREIO

*Sob supervisão da subeditora Fernanda Varela