CRUELDADE

Homem que envenenou chupeta e tentou matar o filho de dois meses é preso em Camaçari

Caso aconteceu em 2010

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 12 de abril de 2024 às 12:09

Polícia Civil
Polícia Civil Crédito: Divulgação/PC

Um homem suspeito de tentar matar o filho de dois meses foi preso em Barra de Pojuca, em Camaçari, na quinta-feira (11), por equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). As investigações da Polícia Civil apontaram que o pai envenenou com chumbinho a chupeta do bebê por não aceitar a paternidade da criança, que foi socorrida e medicada a tempo. O crime ocorreu em outubro de 2010.

“Interrogado sobre os fatos, o investigado disse, à época, que a intenção era apenas dar um susto na mãe da criança”, ressaltou a delegada e diretora do DHPP, Andréa Ribeiro,. A aplicação de recursos tecnológicos possibilitou o cumprimento da ordem judicial contra o suspeito, expedida pelo 2º Juízo da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Salvador.

Ele estava com o mandado de prisão em aberto e, ontem, foi realizada a prisão preventiva. O homem passou pelos exames de lesões corporais de praxe no Departamento de Polícia Técnica (DPT) e foi encaminhado à Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter), ficando à disposição da Justiça.

Relembre o caso

Um bebê de um mês e meio ficou internado em estado grave no Hospital Roberto Santos, no Cabula, após ingerir chumbinho dado pelo próprio pai. O menino estava na casa da avó paterna, na Barroquinha, quando em um momento de distração da mãe, o acusado aproveitou para tentar envenenar o filho.

Segundo o posto policial do hospital, a mãe briga pelo reconhecimento do filho. Porém, o acusado, que fugiu em uma moto depois de cometer o crime, nega a paternidade.

A mãe do bebê prestou queixa na Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (DERCA), em Matutu de Brotas.