CALÇADA CEDEU

Prefeitura indenizará vendedor que teve carrinho destruído na Barra, diz Bruno Reis

Marivaldo da Silva perdeu carrinho de lanches após calçada ceder na Avenida Centenário

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Foto do(a) author(a) Gil Santos
  • Da Redação

  • Gil Santos

Publicado em 22 de abril de 2024 às 21:59

Bruno Reis
Bruno Reis Crédito: Divulgaçao

O vendedor ambulante Marivaldo da Silva, que foi um dos quatro feridos e perdeu seu carrinho de lanches após a queda de uma calçada na Avenida Centenário, no bairro da Barra, terá direito a um auxílio emergencial de até três salários mínimos, de acordo com o prefeito Bruno Reis.

A declaração foi feita na manhã desta segunda-feira (22), durante a entrega da nova Unidade de Saúde da Família (USF) na Comunidade da Polêmica. O prefeito explicou que esse auxílio foi criado na época em que era secretário de Promoção Social e Combate à Pobreza em Salvador, entre 2015 e 2016.

“Nós [prefeitura] temos um auxílio emergencial que indeniza em até três salários mínimos toda pessoa que tiver algum tipo de sinistro. Seja por conta das enchentes das chuvas, deslizamentos e desabamentos, ou de algum incêndio que ocorra, a prefeitura pode usar esse auxílio emergencial. Então, nós vamos indenizá-lo em até três salários mínimos”, disse.

A Sempre foi procurada para confirmar a afirmação do prefeito, mas não houve resposta até a publicação desta nota.