ITAPETINGA

Professor de teatro é procurado após denúncias de abuso sexual contra adolescentes

Os crimes teriam ocorrido durante os anos de 2016, 2017 e 2018

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 24 de abril de 2024 às 20:39

Polícia Civil
Polícia Civil Crédito: Divulgação

Um professor de teatro do município de Itapetinga, no centro sul do estado, é procurado pela Polícia Civil por suspeita de violência sexual contra alunas. O suspeito era contratado da prefeitura da cidade e também dava aulas particulares.

O docente, que não teve o nome divulgado, é investigado por posse sexual mediante fraude, contra três adolescentes. Os crimes  ocorreram durante os anos de 2016, 2017 e 2018, segundo a polícia.

No boletim de ocorrência, registrado pelo Núcleo Especial de Atendimento a Mulher (Neam/Itapetinga), consta que o suspeito alegava que os atos sexuais fariam parte das práticas de teatro e artes cênicas ministradas por ele.

O homem cometeu os crimes enquanto atuava como professor em um Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) através da contratação pela prefeitura.

A prefeitura foi procurada, mas não houve retorno até a publicação desta matéria. O espaço segue aberto para posicionamentos e esclarecimentos.

Uma das vítimas contou que o professor induzia os alunos a participarem de uma experiência chamada 'laboratório', que era o momento em que as vítimas eram abusadas. “Ele sempre falou que precisava fazer laboratórios, para mergulharmos no personagem, para termos uma outra percepção do teatro e nos tornarmos atrizes de verdade. Esse laboratório era só ele e a pessoa”, disse em entrevista à TV Sudoeste.

O coordenador da Polícia Civil de Itapetinga, delegado Ney Brito, revelou que o professor costumava levar as estudantes até a sua casa para realizar a 'experiência'. "Ele convencia essa adolescente a ir até a casa dele, fechava a porta e 'simulava uma peça'. Começava a acariciar [a vítima] dizendo que ela precisava aprimorar os entendimentos nessa parte de sentimentos", disse.

O procurado é procurado pelo Neam de Itapetinga com o apoio da 21ª Coordenadoria Regional de Polícia de Interior (Coorpin). Diligências estão sendo realizadas para localizar o suspeito.