’Retaliação da facção do Piauí’: veja o que motivou chacina com três mortos em Buritirama

Alvos teriam participado de ataque que matou dois homens no Piauí no início de 2023

Publicado em 25 de outubro de 2023 às 13:25

Lausemar, Uedis e José Mário morreram em chacina de Buritirama Crédito: Reprodução

A chacina que deixou três homens mortos e um homem baleado na noite de terça-feira (24) no povoado de Morrinhos, na zona rural da cidade de Buritirama, no oeste da Bahia, foi uma retaliação imposta por um grupo criminoso do Piauí, estado que faz divisa com território baiano próximo a área em que Buritirama está localizada. Fontes da Polícia Militar da Bahia (PM-BA) afirmam que cerca de seis suspeitos chegaram às 18h30 no bar onde as vítimas foram mortas em dois veículos, se anunciaram como policiais e renderam cinco homens que estavam no local bebendo.

Dois deles foram liberados, enquanto os outros três foram executados. As vítimas foram identificadas como Jose Mário de Souza Bastos, de 39 anos, Uedis Dias de Souza, de 30, e Lausemar Nolasso Alves, de 41. Um membro da PM-BA conta que, quando ouvidos, populares relataram que os três foram alvos dos tiros por conta de uma retaliação de uma facção criminosa do Piauí, que tem ramificações na cidade de Pilão Arcado, também na Bahia, onde dois homens teriam sido mortos em um ataque no início do ano.

“Todos os cinco foram colocados no chão, mas dois deles os suspeitos mandaram levantar e cair fora. Nos outros três, eles atiraram para matar. Foi uma retaliação da facção do Piauí, onde o tráfico é muito forte. O que temos de informação é que esses três, junto com um outro homem, fizeram um ataque que deixou dois mortos na cidade de Pilão Arcado, que tem atuação da facção do estado vizinho. Não temos confirmação da data, mas o que foi relatado por moradores é isso”, afirma o PM, sem informar o nome da facção criminosa.

De acordo com informações da Secretaria de Saúde de Buritirama, o homem que foi baleado na ação e resistiu aos ferimentos foi conduzido ao Hospital Municipal Nossa Senhora da Luz pelo Samu. Identificado apenas como Marcos, ele não tem ligação com os três mortos confirmada. De acordo com a diretoria do hospital, Marcos não corre risco de vida, está consciente e com sinais vitais normais, mas vai precisar ser transferido para avaliação com cirurgião no Hospital Regional de Ibotirama. Marcos estava em uma residência próxima ao local e teria sido atingido por uma bala perdida.

O povoado de Morrinhos é descrito por outra fonte da polícia como um ponto crítico em relação ao tráfico de drogas. “Há uma série de diligências no povoado, que por conta da falta de segurança, os grupos atuam com certa liberdade. Isso porque a 28º CIPM, que atua em Buritirama, atende outros seis municípios. No caso de ontem, os agentes estavam a 200 km do local do crime”, destaca, informando que Morrinhos fica a 62 km de Buritirama.

Os policiais militares chegaram ao local por volta das 21h30 e isolaram a área ao constatar três corpos ao solo. A Delegacia Territorial de Buritirama vai investigar o caso. O Departamento de Polícia Técnica foi acionado para realizar necropsia e perícia de local do crime. A Prefeitura de Buritirama emitiu nota de pesar para as três vítimas do ataque.