'SÍLERE'

Salvador terá operação de combate à poluição sonora neste fim de semana

Nos quatro primeiros meses do ano, foram registradas cerca de 5 mil denúncias e 293 equipamentos sonoros apreendidos

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 10 de maio de 2024 às 19:21

Sedur Crédito: Divulgação

Entre esta sexta-feira (10) e este domingo (12), a Mega Operação Sílere, uma ação integrada entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), as polícias Militar (PM) e Civil (PC) e a Superintendência de Trânsito (Transalvador), irá contar com o reforço de três equipes que vão circular por toda a cidade.

“Cerca de 90 agentes estarão envolvidos no trabalho, atuando para conscientizar à população e combater à poluição sonora”, destaca o secretário da Sedur, João Xavier.

Nos quatro primeiros meses do ano, foram registradas cerca de 5 mil denúncias e 293 equipamentos sonoros apreendidos. Os bairros com maiores índices de reclamações foram Rio Vermelho, Pituba e Itapuã.

Já em 2023, o órgão recebeu, no mesmo período, cerca de 11 mil denúncias e apreendeu 323 equipamentos. Pituba, Rio Vermelho, Itapuã e Uruguai lideraram o ranking dos bairros com maior número de queixas.

Poluição sonora e Legislação Municipal

A Lei Municipal 5354/98, que dispõe sobre a utilização sonora em Salvador, permite os níveis de sons e ruídos de até 70 decibéis das 7h às 22h e de até 60 decibéis das 22h às 7h. Para o cidadão ou estabelecimento que for flagrado infringindo a lei, a multa varia de R$1.211,73 a R$201.788,90 e os equipamentos sonoros poderão ser apreendidos.