Google começa a deletar contas inativas nesta quinta-feira (30)

As contas do Google que forem excluídas perderão todo o seu conteúdo, incluindo e-mails e fotos

Publicado em 30 de novembro de 2023 às 15:43

Contas do Google com 2 anos ou mais sem uso serão excluídas
Contas do Google com 2 anos ou mais sem uso serão excluídas Crédito: Shutterstock

Após anunciar que começaria a nesta semana, o Google deu início ao processo de exclusão de contas inativas, nesta quinta-feira (30), ou seja, contas que não foram acessadas por seus donos em um período de dois anos.

"Os produtos do Google reservam o direito de excluir seus dados quando sua conta não for usada dentro desse produto por um período de 2 anos", afirma a política de Conta Google Inativa.

As contas do Google que forem excluídas perderão todo o seu conteúdo, incluindo e-mails e arquivos de Docs, Drive, Meet, Agenda e Fotos. A medida vale apenas para contas pessoais e não vai afetar cadastros na plataforma do Google para empresas, escolas ou outras organizações.

Segundo a empresa, a exclusão vai começar por contas que foram criadas e nunca mais foram usadas.

O que fazer para não perder a conta?

Para não perder a conta do Google por inatividade, é preciso fazer o login e realizar ao menos uma das atividades abaixo:

  • Ler ou enviar um e-mail
  • Usar o Google Drive
  • Assistir um vídeo do YouTube
  • Compartilhar uma foto
  • Fazer o download de um app
  • Usar a Pesquisa Google
  • Usar o recurso "Fazer login com o Google" em um app ou serviço de terceiros

A exclusão também não afetará contas que estiverem configuradas com alguma assinatura, como a de um serviço do Google ou de terceiros, ou que tenham algum vídeo cadastrado no YouTube.

Por que o Google vai excluir contas?

O Google diz que vai excluir contas inativas porque as chances delas terem a segurança comprometida são maiores. Isso acontece porque esses cadastros podem ter senhas que já apareceram em vazamentos de dados e, em geral, não contam com a proteção da autenticação de dois fatores.

"Nossa análise interna mostra que as contas abandonadas têm pelo menos 10 vezes menos probabilidade do que as contas ativas de configurar a verificação em duas etapas", diz a empresa.