"EXPERIÊNCIA DESAGRADÁVEL"

Homem defende voos só para adultos após criança chorar durante viagem de 29 horas

Enquanto algumas pessoas concordavam com ele, outras disseram que sentiam pena dos pais

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 14 de fevereiro de 2024 às 21:24

A criança gritando no voo causou debate online
A criança gritando no voo causou debate online Crédito: Reprodução/TikTok

As discussões sobre a presença de crianças em voos estão cada vez mais frequentes nas redes sociais, e muitas vezes surgem reclamações de pais que desejam sentar perto de seus filhos, geralmente optando pelas janelas, na tentativa de tornar o voo o mais tranquilo possível.

Porém, recentemente, um indivíduo expressou a opinião de que deveria haver a opção de voos sem crianças, após um debate online. De acordo com o site Mirror, Henry Beasley, membro da dupla musical Balu Brigada, sediada na Nova Zelândia, relatou uma experiência desagradável em um voo de "29 horas" para Berlim, partindo da Nova Zelândia. As informações são do jornal Extra.

Embora o músico não tenha especificado o local de partida para um voo tão longo, os voos da Nova Zelândia para Berlim geralmente duram aproximadamente 31 horas, com duas escalas. Ele diz que teve a infelicidade de estar perto dos gritos incessantes de uma criança irritada durante toda a viagem. Beasley recorreu ao TikTok para compartilhar imagens dessa experiência, mostrando-se zombando dos gritos da criança e até atribuindo "avaliações" com base no tom e na duração dos sons.

Postada sob o nome @balubrigada, a filmagem mostra os olhos do músico balançando enquanto ele permanece sentado em meio ao choro contínuo. A cada grito, ele oferece uma avaliação na legenda, com uma delas destacando que "o garoto tem pulmões".

À medida que os gritos continuam, outras legendas aparecem na tela, elogiando a "grande projeção" e brincando com a ideia de uma "chaleira fervendo". Apesar de ter grandes fones de ouvido à mão, Henry os mantém pendurados no pescoço durante a maior parte do voo, enquanto completa sua série de críticas com a conclusão: "Desempenho estelar, resistência incrível".

O vídeo gerou muitas reações, com muitos concordando com o passageiro frustrado. No entanto, outros sentiram pena dos pais que foram ridicularizados no vídeo. Um comentário que acumulou impressionantes 206.000 curtidas no aplicativo sugeria: “Honestamente, deveria haver voos gratuitos para crianças e voos específicos para famílias”.

Outro comentário expressou: “A raiva que sinto só de ver isso”, enquanto um terceiro brincou: “Sábado agora eu fiquei 5h com duas crianças berrando. Eu juro que não sei como eles tinham tanta energia”. “Aquela pobre mãe”, acrescentou outro usuário. Outro comentário refletiu: “Sei que algumas pessoas não têm essa opção, mas nunca levei meus bebês ou crianças pequenas em voos.” Teve uma mãe que disse que o filho tem autismo e é bem difícil viajar.