Militar que impediu ato terrorista em trem na Europa é esfaqueado nos EUA

Spencer Stone e outras três pessoas conseguiram deter o marroquino Ayoub El Khazzani enquanto viajavam para Paris

Publicado em 8 de outubro de 2015 às 16:01

- Atualizado há 10 meses

Um dos três americanos que impediu o ataque terrorista em um trem de passageiros na cidade de Paris, o militar Spencer Stone, 23 anos, foi esfaqueado na cidade de Sacramento, na Califórnia. Segundo a imprensa local, o crime aconteceu na tarde de quarta-feira (7).

A Força Aérea Norte-Americana confirmou o fato e declarou que o estado de saúde do jovem é estável. "A investigação foi confiada aos serviços da polícia local", disse o porta-voz da US Air Force, o tenente-coronel Christopher Karns.(Foto: AFP)De acordo com a polícia de Sacramento, que preferiu não identificar o ferido, um homem havia sido levado ao hospital após uma briga quando estava na rua com um grupo de amigos.

"Ele foi apunhalado várias vezes no torso, mas os ferimentos não parecem mortais", publicou a corporação. Ainda segundo a polícia, o incidente foi provocado pelo consumo abusivo de álcool e não tem ligação com atos terroristas.

Ato heroicoEm agosto passado, o marroquino Ayoub El Khazzani, 25 anos, foi contido por Stone e outras três pessoas ao tentar atirar contra os passageiros de um trem que seguia de Amsterdã para Paris. Os quatro heróis foram condecorados na França pelo presidente François Hollande com com a Legião de Honra, maior outorgada pelo país.

Stone foi ainda promovido à patente de sargento e recebeu a medalha do Aviador, maior distinção concedida a um membro da força aérea americana. Por ter se ferido durante a intervenção contra o marroquino, ele ainda recebeu a Coração Púrpura, que recompensa os soldados feridos em combate.