Na Celac, Lula propõe moção pelo fim do genocídio em Gaza

Também pediu que os organismos da política internacional tomem posição firme sobre o conflito

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 1 de março de 2024 às 14:52

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta sexta-feira, 1º, que proporá uma moção da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) pelo fim do que ele chama de genocídio na Faixa de Gaza. Lula se refere às ações das forças israelenses no território.

O presidente brasileiro afirmou que aproveitava a presença do secretário-geral da ONU, António Guterres, no evento para fazer a proposta de moção. Também pediu que os organismos da política internacional tomem posição firme sobre o conflito em Gaza.

O petista deu a declaração na cúpula da Celac, que está sendo realizada em São Vicente e Granadinas. Lula também disse que nos últimos anos a região representada pelo bloco se dividiu, e que a intolerância havia ganhado força.