100 pessoas tiveram contato com infectados pela variante indiana no Brasil

coronavírus
20.05.2021, 15:35:00
Atualizado: 20.05.2021, 15:36:59
(Arquivo AFP)

100 pessoas tiveram contato com infectados pela variante indiana no Brasil

Governo do Maranhão diz que eles serão rastreados e isolados

Cerca de 100 pessoas que tiveram contato com os pacientes infectados com a variante indiana do coronavírus em São Luís (Maranhão) estão sendo rastreadas e serão isoladas e testadas. A informação foi passada pelo secretário de Saúde do estado, Carlos Lula, nesta quinta-feira (20).

Hoje, o secretário confirmou que seis pessoas que estavam em um navio indiano vindo da África do Sul que está ancorado no Maranhão estão com essa variante da covid. Três desses pacientes saíram do navio para receber atendimento médico na capital maranhense e são as pessoas que tiveram contato com eles que estão sendo observadas agora.

No domingo, o governo já havia dito que um indiano de 54 anos deu entrada em um hospital privado de São Luís, na sexta, com covid-19. O diagnóstico já estava confirmado, mas foi preciso fazer um sequenciamento do genoma para identificar a cepa do coronavírus, confirmando se tratar mesmo da B.1617. Ele é um tripulante do navio MV Shandong da ZHI, que por conta do surto não recebeu autorização para atracar.

'Preocupação Global'
Médicos e cientistas têm demonstrado preocupação com a variante indiana B.1617, que teria capacidade de transmissão maior do que a cepa original do vírus. Ela foi classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma "preocupação global".

Nesta última semana, o governo Jair Bolsonaro decidiu proibir voos internacionais com origem ou passagem pela Índia, país que enfrenta uma crise decorrente de uma alta recorde de casos e mortes por covid-19. A proibição se soma a restrições da mesma natureza relativa a voos do Reino Unido e África do Sul.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas