18 vereadores de Salvador são candidatos a deputado estadual ou federal

satélite
16.08.2018, 05:00:00

18 vereadores de Salvador são candidatos a deputado estadual ou federal

por Luan Santos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Dezoito vereadores de Salvador são candidatos a deputado estadual ou federal nas  eleições deste ano. O número representa 41,8% dos 43 integrantes da Câmara  Municipal. Deste total, nove vão concorrer às 63 cadeiras da Assembleia Legislativa e  nove às 39 vagas destinadas à Bahia na Câmara dos Deputados. O partido com  maior número de candidaturas é o DEM, com cinco postulantes, seguido pelo PSDB,  com três, e o PV, com dois. Para o Legislativo estadual, os democratas lançaram  Alexandre Aleluia, Maurício Trindade e Leo Prates, presidente da Câmara, enquanto  os tucanos vão com dois representantes: Tiago Correia e Paulo Câmara. Os verdistas colocaram na disputa o vereador Sabá, considerado a principal surpresa entre os candidatos. 

Oposição
Completam a lista os vereadores Aladilce  Souza (PCdoB), Hilton Coelho (Psol) e Luiz Carlos Suíca (PT), todos da bancada de  oposição. Maurício Trindade e Aladilce estavam em dúvida e chegaram a cogitar não disputar a eleição.

Olho no Congresso
Dentre os nove vereadores que vão disputar a Câmara dos Deputados, um deles se  licenciou: Joceval Rodrigues (PPS), que é presidente do partido no estado. Palhinha  e Vado Malassombrado, do DEM, também integram a lista. Ao lado de Marcelle  Moraes (PV) e Odiosvaldo Vigas (PDT), os quatro foram os mais recentes a definir a  candidatura. Completam a relação de postulantes ao Congresso Sílvio Humberto  (PSB), Ana Rita Tavares (PMB), Cezar Leite (PSDB) e Igor Kannário (PHS). Este  último enfrenta a resistência de militares e evangélicos que integram o PSL, partido  do presidenciável Jair Bolsonaro. PSL e PHS estão coligados para a disputa. 

Estratégia
Em busca da reeleição, o deputado federal Lucio Vieira Lima (MDB) montou uma  coligação com 44 candidatos à Câmara, sendo 37 emedebistas (incluindo ele) e sete  candidatos do PSDC. O objetivo dele era reunir 59 postulantes, número limite para uma coligação, visando se manter no Congresso. Nos bastidores, contudo, a  reeleição dele é considerada incerta em função dos recentes escândalos que levaram  à prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima, irmão do parlamentar. 

Foco nos presos
Presos, o ex-presidente Lula (PT) e o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) foram pivôs de uma troca de farpas ontem na Câmara protagonizada pelos vereadores Felipe Lucas (MDB) e Aladilce Souza (PCdoB). Em uma discussão, o emedebista ironizou o fato da comunista usar uma camisa “com estampa de um presidiário (Lula)”. Ela rebateu ao citar o caso das malas de R$ 51 milhões em um apartamento que seria usado como bunker por Geddel, que é correligionário de Felipe. 

Apressados
Os posts patrocinados de candidatos no Facebook só são permitidos a partir de  hoje, mas já tem postulante pagando pelo impulsionamento de postagens. Entre  eles está uma candidata nova na disputa. O Ministério Público Eleitoral (MPE) está de olho. 

"São muitas candidaturas que foram alijadas – incluindo a minha – para um espaço que chegou a 12% de mulheres, a taxa mais alta na história do parlamento. Na Câmara, esse número é 9,8%", Lídice da Mata, senadora, do PSB, ao afirmar que a decisão do TSE em destinar 30% do fundo partidário eleitoral às mulheres pode dar protagonismo real às políticas

Pílula
De saída -
O deputado federal Roberto Britto (PP) confirmou a desistência pela reeleição e vai disputar uma vaga na Assembleia. A dúvida é se o PP vai conseguir manter as cinco cadeiras em Brasília. O nome favorito para o lugar de Britto é Marcos Medrado. Entretanto, integrantes do governo colocam em dúvida a densidade eleitoral de Medrado, que não conseguiu ser eleito em 2014.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas