5 músicas gringas que ficaram muito melhores nas versões em forró

em alta
22.06.2021, 12:40:00
Calcinha Preta lançou sucesso inspirado em Halo (Foto: Divulgação)

5 músicas gringas que ficaram muito melhores nas versões em forró

Beyoncé tem muito o que aprender com Calcinha Preta

Não satisfeitos em criar hits próprios, os cantores de forró, brega, arrocha e companhia limitada também são mestres na arte adaptar e evoluir os principais hits gringos. “Halo”, de Beyoncé, virou “Como fui me apaixonar”, entoado por Calcinha Preta. Em exemplo mais recente, “If I Were a Carpenter”, de Robert Plant, viralizou na voz de Elias Monkbel e Nattan cantando “O Carpinteiro”.

Lembre esses e outros exemplos de músicas que fizeram sucesso no estrangeiro, mas que conquistaram nossos corações nas versões brasileiras. Afinal de contas, Lady Gaga já ganhou dezenas de Grammys, mas não atingiu o auge do sucesso: tocar no São João de Senhor do Bonfim.

“Don’t Matter” / “Não vale mais chorar por ele”
Numa época em que o termo “Bonde do Maluco” era associado a uma banda, justamente esse grupo lançou um hit que inspirou muitos scraps e depoimentos no Orkut. Você sofreu, você chorou ao som de “Don’t Matter”, de Akon, mas foi essa versão que te fez abrir o som do porta mala e botar a gata pra dançar. 

“If I Were a Carpenter” / “O Carpinteiro”
Nos fim dos anos 60 e início dos 70, Robert Plant fez fama mundial na banda Led Zeppelin. No entanto, antes de ingressar na icônica banda britânica, ele já seguia carreira de cantor. Em 1966, por exemplo, ele lançou a música “If I Were a Carpenter”, que fez sucesso em todo mundo, a ponto de ser traduzida para o português na voz de Ronnie Von, em 1967.

Mais de 50 anos depois, a dupla Elias Monkbel e Nattan pegou a letra de Ronnie e adaptou para o brega. Virou sucesso, coreografia e meme.

Shallow
Vendo o sucesso do filme "A Star is Born" e, principalmente, a música "Shallow", de Lady Gaga, Paula Fernandes se uniu a Luan Santana para adaptar o sucesso para o português. Assim surgiu "Juntos e Shallow Now".

A música não foi muito bem recebida pelo público, que a transformou em meme. Foi quando os especialistas da Banda Desejar entraram em ação, criando a versão em forró da música.

“Halo” / “Como fui me apaixonar”
Halo, de Beyoncé, é uma música romântica que fez sucesso global, mas no Brasil o povo prefere a sofrência. Por isso, a preferida por aqui é “Como fui me apaixonar”, de Calcinha Preta.

“Umbrella” / “Se não valorizar”
Umbrella é a música que fez Rihanna famosa, mas a gringa não contava com Solenge Almeida saindo de baixo do seu guarda-chuvas, lançando um hino de empoderamento: “Se não valorizar”.

O São João no Correio conta com o apoio da Perini,  Mahalo, E Stúdio, ITS Brasil, Hotel Vila  da Praia e Blueartes.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas