'A gente precisava muito da vitória', comemora Ramon Menezes

e.c. vitória
21.07.2021, 01:14:00
Atualizado: 21.07.2021, 01:16:29
Pedrinho (direita) busca a bola diante da Ponte Preta, no Barradão (Arisson Marinho/CORREIO)

'A gente precisava muito da vitória', comemora Ramon Menezes

Técnico do Vitória avalia triunfo por 1x0 contra a Ponte Preta

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O técnico Ramon Menezes não escondeu a satisfação pelo triunfo do Vitória por 1x0 contra a Ponte Preta na noite desta terça-feira (20), no Barradão. Com o resultado, o rubro-negro encerrou uma sequência de sete jogos sem vencer na Série B do Brasileiro e deixou a zona de rebaixamento.

"Meu sentimento é o melhor possível. Quando você vence é muito bom. A gente precisava muito da vitória. A gente sabia a dificuldade que seria, até pelo contexto, a situação que a gente se encontrava, o adversário. Preocupação muito grande que tivemos muita dificuldade com as equipes que estavam na parte de baixo da tabela. Isso refletiu principalmente no começo do jogo, mas depois conseguimos circular a bola, ter calma. O segundo tempo foi bom. Criamos algumas oportunidades, a Ponte no finalzinho teve a oportunidade, mas hoje era muito importante", afirmou Ramon Menezes.

O resultado fez o Vitória subiu três posições na tabela de classificação e agora é o 15º colocado, com 12 pontos, um a mais que o Cruzeiro, que abre o grupo de degola, em 17º lugar. A equipe vive momento delicado dentro e fora de campo. Antes do jogo contra a Ponte Preta, houve protesto de torcedores em frente à Concentração Vidigal Guimarães, na Toca do Leão. 

"É meu 12º jogo aqui. Estou muito feliz. De entrega e de trabalho, tem alguém trabalhando como eu, mas mais do que eu, nesse momento, nesse clube, não tem. A falta de vitória é muito ruim. Nesses 12 jogos, cinco empates. Quando empata muito, acaba não saindo da parte de baixo da tabela. Hoje a equipe buscou a reação. Continuar dessa maneira. A gente mostrou muita dedicação", pontuou o técnico do Vitória.

O Leão volta a entrar em campo no sábado (24), às 21h, contra o CSA, no estádio Rei Pelé, em Maceió, em jogo válido pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Para a partida, Ramon Menezes não poderá contar com o volante Pablo Siles, autor do gol diante da Ponte Preta, e o atacante Guilherme Santos. Os dois estão suspensos, pois levaram o terceiro cartão amarelo. 

"Com todas as circunstâncias que estão acontecendo, acaba tendo pressão muito grande. Time jovem, lógico que sente. Eu, como líder, tenho que passar confiança, buscar recuperação. O mais importante é que com pouco tempo de trabalho, 40 dias como treinador, a equipe tem um padrão, todo mundo sabe o que fazer dentro do campo. A gente está tendo dificuldade de manter uma equipe. Essa dificuldade é a própria competição. Pro próximo jogo a gente perde um jogador que é muito importante, que é o Pablo. Fica difícil a manutenção da equipe. Sei de todas as dificuldades. Foi muito bom hoje", avaliou Ramon Menezes.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048