A partir desta segunda já é possível comprar cartela da zona azul por app

salvador
15.10.2018, 08:17:00
Atualizado: 15.10.2018, 20:26:19

A partir desta segunda já é possível comprar cartela da zona azul por app

Há três aplicativos credenciados para a venda de cartelas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A situação é corriqueira: um motorista chega a um local de zona azul em Salvador e não acha vaga. Às vezes, encontra lugar para estacionar, mas não encontra o guardador e, consequentemente, fica sem a cartela necessária para estacionar o veículo sem o risco de ser multado. Pra evitar esse tipo de transtorno, começa a funcionar nesta segunda-feira (15) a Zona Azul Digital, serviço que oferece a possibilidade de comprar cartelas com antecedência através de aplicativos no celular. 

No primeiro dia de funcionamento da Zona Azul Digital, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) registrou 8.352 usuários cadastrados na plataforma. Segundo a pasta, há mais de 11 mil vagas da zona azul disponíveis na capital baiana. 

Aplicativos de três empresas estão disponíveis para download nas lojas virtuais para celulares. Até o momento, já foram autorizadas à comercialização as empresas: Sistema de Estacionamento Veicular do Brasil Ltda (Serbet), desenvolvedora do aplicativo Estacionamento Digital; Inova Soluções em Tecnologia e Gestão Ltda, dona do FAZ - Zona Azul Digital Salvador; e, por fim, a On Tecnologia de Mobilidade Urbana Ltda, responsável pelo Zul Digital Salvador.

Na prática, vai funcionar assim: o cidadão, através de smartphone com acesso à internet vai baixar um dos aplicativos disponíveis, fazer o cadastro com nome, endereço de e-mail e placa de veículo. Há possibilidade de incluir mais de um veículo. Após esta etapa o aplicativo libera a compra créditos utilizando cartões crédito, débito ou boleto bancário. 

“Queremos que os condutores tenham diversas opções de aplicativos para usar. Esse nosso esforço garante maior transparência nesse processo”, esclarece Fabrizzio Müller, superintendente da Transalvador.  

Nesse período inicial de 12 meses, o condutor poderá escolher entre utilizar as cartelas de papel, que serão oferecidas pelos guardadores, ou utilizar o serviço pelos aplicativos credenciados. “Os condutores que optarem por fazer o pagamento utilizando o aplicativo da Zona Azul Digital não precisarão ter mais nenhum custo com guardadores, sejam eles credenciados ou irregulares”, salienta Müller. 

Muller ressalta ainda que havia dependência da presença de guardadores, que não são servidores nem funcionários da prefeitura, mas sindicalizados. "Não conseguíamos ter controle de horário desses profissionais, que muitas vezes estavam ausentes na comercialização da cartela quando procurados pelos cidadãos. Situações como essas geraram muitos problemas ao longo dos anos”,  explica.

Esse tipo de serviço já existe em mais de 15 cidades no Brasil. Só em São Paulo, por exemplo, existem 14 aplicativos operando na venda de cartelas digitais para estacionamento rotativo.

“A modernização do sistema vai melhorar o serviço à população, dando mais credibilidade ao estacionamento rotativo e oferecendo conforto e segurança”, acrescenta o gestor.

11.192 vagas
de zona azul existem em Salvador

+900 vagas
devem ser criadas
pela Transalvador até o final de 2018

Mais novidades
Além da possibilidade de comprar a cartela com antecedência, a Zona Azul Digital oferece ao usuário a oportunidade de encontrar as vagas pelo celular, onde o aplicativo indica através do GPS onde há lugar de estacionamento disponível nas ruas da cidade. Pensa que acabou? Não mesmo: quem fizer a compra através de um dos aplicativos também terá uma tolerância de 15 minutos, algo que não acontece no modelo atual.

“A modernização do sistema vai melhorar o serviço à população, dando mais credibilidade ao estacionamento rotativo e oferecendo conforto e segurança.” - garantiu Fabrizio Muller.

Fiscalização
Os agentes de trânsito continuam responsáveis por fiscalizar o estacionamento Zona Azul, através de um aplicativo próprio. Se o carro parado numa dessas áreas não estiver com a cartela física, o agente vai digitar a placa do veículo no aplicativo que irá informar se o estacionamento está regular ou não no Zona Azul Digital. É importante ficar atento ao horário em que o crédito expira.

O crédito ativado permitirá ao veículo estacionar na mesma vaga durante o tempo de validade. O veículo deve ser retirado da vaga após o término de tempo permitido, caso contrário, será considerado como estacionado de forma irregular.

Os motoristas credenciados pela Transalvador para estacionamento em vagas especiais (idosas, pessoas com deficiência ou com dificuldade de locomoção, gestantes e lactantes) compram os créditos normalmente pelo aplicativo como qualquer outro condutor. Porém, nas vagas reservadas, além da ativação do crédito, continua sendo obrigatório manter no painel do veículo o cartão de credenciamento emitido pela Transalvador.

À priori, os guardadores continuam efetuando a venda da cartela normalmente - é esse o planejamento para os próximos 12 meses. Atualmente, o Sindicato dos Guardadores de Veículos (Sindguarda) compra as cartelas e revende para os usuários. Do valor, 40% fica para a entidade. 

Salvador conta, hoje, com cerca de 800 trabalhadores regularizados para a função de guardador de carro. Fabrizio Muller apontou, em entrevista concedida ao CORREIO em abril de 2018 que os 12 meses será o prazo oferecido para a Transalvador para que o Sindicato elabore uma alternativa tecnológica para a venda da cartela virtual pelos guardadores.

* Com supervisão da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas