A Receita Federal, uma jovem senhora que completou 50 anos

artigo
28.11.2018, 05:00:00
Atualizado: 28.11.2018, 10:34:43

A Receita Federal, uma jovem senhora que completou 50 anos


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


A Receita completou 50 anos. Solenidades formais costumam ser pro forma. Não foi o caso da sessão especial realizada na Câmara de Vereadores de Salvador, em homenagem ao cinquentenário. O que foi dito naquela noite traz reflexões importantes sobre o papel da aniversariante.

É difícil que a sociedade perceba a dimensão do trabalho da Receita devido à limitação imposta pelo sigilo fiscal. Números em notícias não têm o mesmo apelo que nomes de pessoas.

Outro fator que interfere nesse reconhecimento é a tolerância em relação à sonegação. Sonegadores e contrabandistas não são repudiados como outros criminosos.

Foi emocionante ver a Receita ser valorizada por um advogado tributarista, que falava em nome dele e do povo de Salvador.

O vereador e ex-prefeito Edvaldo Brito, ao justificar o requerimento da sessão, citou o artigo 37 da Constituição e seu inciso XVIII, que estabelece que a administração fazendária terá precedência sobre os demais setores administrativos. Segundo ele, essa norma existe para proteger o cidadão. É a Receita que assegura o custeio da máquina pública, possibilitando o cumprimento da função social do Estado e seu desenvolvimento econômico.

Edvaldo Brito também mencionou o inciso XXII, que diz que as administrações tributárias exercem “atividades essenciais ao funcionamento do Estado”. A Receita é uma instituição do estado e não de governo. Governantes mudam, mas a Receita Federal permanece.

O representante do governador da Bahia na solenidade, o subsecretário estadual da Fazenda, João Aslan, estranhou a idade do órgão. “Como pode a Receita ser mais nova do que eu?”, brincou em seu discurso.

Na verdade, o registro de nascimento da instituição é o Decreto no 63.659, de 20 de novembro de 1968. Apesar de a atividade tributária e aduaneira estar presente desde o surgimento do Brasil, como destacou o ex-secretário da Receita Carlos Alberto Barreto, foi a partir desse marco que a instituição passou a existir na estrutura do Ministério da Fazenda.

Em função do seu espírito de vanguarda, a idade cronológica da Receita condiz com seu comportamento institucional, uma vez que atua como uma instituição jovem e com uma característica de inovação muito forte.

A declaração de imposto de renda por meio digital, nos anos 90, foi o primeiro movimento de massa bem sucedido de governo eletrônico no Brasil, quando essa expressão “governo eletrônico” sequer existia. Em cenários adversos, a Receita consegue trazer soluções que transformam o país.

Naquela noite, chegou-se à conclusão de que, como um órgão que cobra tributos, a jovem senhora Receita Federal, mesmo com dificuldade de ser querida pela população, consegue respeito e admiração dos cidadãos. Isso não é pouca coisa.


Francisco Lessa Jr é auditor-fiscal e superintendente regional

Opiniões e conceitos expressos nos artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/idoso-de-81-anos-e-o-100o-paciente-com-covid-19-a-ter-alta-no-hospital-portugues/
Unidade comemorou liberação do homem, que deu entrada há seis dias com 50% do pulmão comprometido
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/depois-de-um-susto-targino-se-prepara-para-cantar/
Músico sofreu grave acidente de carro, mas escapou ileso e agora se prepara para fazer lives
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sao-joao-sera-comemorado-com-maratona-de-lives-promovidas-pelo-correio/
Serão seis apresentações de bandas e cantores durante o projeto, que arrecadará doações
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/junho-chegou-correio-promove-lives-para-comemorar-o-sao-joao/
Apresentações acontecem sempre às sextas e sábados de junho, às 19h
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/editorial-fotografado-a-distancia-une-tres-paises-na-quarentena/
O ensaio foi realizado pela plataforma Zoom, usando celular
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bau-de-marrom-a-bahia-tambem-ensina-como-cantar-e-dancar-forro/
Além da Axé Music a Bahia também exporta arrasta pé
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/copo-de-leite-faz-haddad-acusar-bolsonaro-de-brindar-supremacistas-brancos-entenda/
Leite tem sido usado como símbolo por neonazistas nos EUA; petista enxergou provocação após repercussão de mortes de homens negros. Presidente nega
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/anastacia-comemora-80-anos-com-muito-forro/
Cantora e compositora lança EP com produção de Zeca Baleiro e parcerias com Mariana Aydar, Chico César e Amelinha
Ler Mais