Acusados de matar evangélicas a pedradas vão a júri popular de novo

bahia
19.06.2018, 21:08:00
Atualizado: 19.06.2018, 21:29:39

Acusados de matar evangélicas a pedradas vão a júri popular de novo

Pastora e prima foram mortas a pedradas em Conquista, após 'briga' por fiéis com pastor

O pastor Edimar, o ex-pastor Fábio e o vigilante Adriano são réus por assassinato (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

O pastor evangélico Edimar da Silva Brito, 39 anos, o ex-pastor Fábio de Jesus Santos, 36, e o vigilante Adriano Silva dos Santos, 38, irão mais uma vez a júri popular, por determinação da Justiça Criminal de Vitória da Conquista, no Sudoeste do estado, por terem matado duas evangélicas a pedradas em 19 de janeiro de 2016.

As vítimas são a pastora Marcilene Oliveira Sampaio, 38, e a prima dela, Ana Cristina Santos Sampaio, 37. Marcilene era professora universitária no campus da Universidade Estadual da Bahia (Uneb) de Brumado (vizinha a Conquista) e bastante conhecida no meio acadêmico.

O duplo homicídio ocorreu por motivo de vingança contra a pastora, segundo apuração da Polícia Civil e do Ministério Público da Bahia (MP-BA). Marcilene e Edimar eram de uma mesma igreja, mas se desentenderam e a pastora saiu, levando com ela vários fiéis, o que resultou em perda de receita financeira para Edimar.

A sentença de pronúncia do juiz Reno Viana Soares, titular da Vara do Júri e Execuções Penais, foi dada dia 15 de junho e publicada no Diário Oficial da Justiça nessa segunda-feira (18), determinando também que os três acusados sejam presos de forma preventiva – Fábio e Adriano já estão no Conjunto Penal de Vitória da Conquista.

Edimar, por sua vez, havia conseguido a liberdade do Conjunto Penal em 20 de junho de 2017 e, como ainda não se apresentou depois da determinação de prisão preventiva está sendo considerado foragido pela Justiça. O advogado dele, Antonio Rosa dos Santos, não foi localizado pelo CORREIO.

De novo
Esta é a segunda vez que a Justiça sentencia os acusados a irem a Júri Popular. A primeira, foi em 2 de agosto de 2016, mas logo depois, em 5 de setembro do mesmo ano, o juiz decidiu pela separação dos processos, ficando Adriano em uma ação penal e Edimar e Fábio em outra.

A separação do processo, pelo Art. 80 do Código Penal, é possível quando as infrações cometidas pelos envolvidos são praticadas em circunstâncias de tempo e de lugar diferentes. Os três respondem por duplo homicídio qualificado, mas em graus de participação diferentes nos crimes.

Leia também: "Elas só pediram por Deus", diz homem que participou de homicídio de pastora e prima em Conquista

Adriano havia sido condenado a 30 anos de reclusão em outubro de 2016, mas em dezembro de 2017 o Tribunal de Justiça da Bahia, por meio do desembargador Nilson Castelo Branco, determinou a nulidade total da sentença de pronúncia do juiz Reno Viana Soares.

A alegação da defesa dos acusados, e que foi acatada pelo TJ-BA, é a de cerceamento de defesa dos réus pelo fato de o juiz Reno Viana Soares ter negado pedidos de reconstituição do crime. Com isso, o processo voltou para a primeira instância, tendo o juiz dado a mesma sentença de pronúncia sem permitir a reconstituição do crime.

“Neguei porque a reconstituição, ao meu ver, não contribui para o bom entendimento do processo, é mais uma ferramenta jurídica que atrasa o andamento do processo judicial”, disse o juiz ao CORREIO.

“O réu não pode produzir prova contra si, e entendo que as provas dos autos do processo são suficientes para levá-los a Júri Popular”.

A vingança
No crime, ocorrido por volta das 23h de 19 de janeiro de 2016, o pastor Carlos Eduardo, esposo da pastora Marcilene, seguia com ela e Ana Cristina para casa, depois de terem participado de um culto evangélico.

O casal de pastores morava num sítio próximo a Vitória da Conquista e foi perseguido, segundo a polícia, por Edimar e os comparsas com o objetivo de matar Carlos Eduardo e Marcilene.

Pastora Marcilene foi morta; marido Carlos Eduardo escapou por pouco (Foto: Reprodução) 

No caminho de volta, a picape L200 de Carlos Eduardo teve um problema, o que o fez parar na estrada, momento em que os ocupantes do veículo foram abordados por Edimar e os demais – Fábio usava um revólver que pertencia a Adriano.

O pastor Carlos Eduardo foi colocado no veículo usado pelo trio, um Versa banco, e as mulheres foram mortas a golpes de pedra dados por Edimar, segundo relataram Fábio e Adriano em depoimento à polícia.

Após as mulheres serem mortas, o pastor Edimar e Fábio entraram no veículo usado no crime junto com Carlos Eduardo, que passou a sofrer uma série de espancamentos. O rosto da vítima ficou ensanguentado. Os criminosos seguiam com ele de volta para Vitória da Conquista, quando a vítima tomou o volante e provocou um acidente com outro carro, que trafegava na direção oposta.

Após a batida, Edimar e Fábio fugiram, tendo este sido localizado pela polícia momentos depois. Carlos Eduardo procurou ajuda com as pessoas que estavam no outro carro que colidiu com o dele.

Já Adriano, o outro comparsa, seguiu com a picape dos pastores para uma área rural para tentar esconder o veículo, tendo sido preso na manhã seguinte ao crime, e a picape, recuperada. O pastor Edimar permaneceu foragido por sete dias após o crime, até ser localizado numa fazenda em Ibicuí, também no Sudoeste. Ele sempre negou as acusações de ter sido o autor dos crimes.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/jotape-lanca-single-em-parceria-com-bia-ferreira/
Prévia de EP do músico, a faixa Conte Comigo mescla MPB, rap, pop e R&B
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/video-mostra-evolucao-tecnica-em-animacoes-da-pixar-desde-1995/
Desde o primeiro Toy Story, a Pixar produziu 21 filmes de animação
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sao-joao-em-versos-de-poesia-e-letra-de-musica/
Confira últimos vídeos da websérie especial São João na Estrada
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nicki-minaj-lanca-musica-nova-ouca-megatron/
Megatron já é cotada como novo hit do verão americano
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/onibus-pega-fogo-na-rodoviaria-de-salvador/
No momento do incêndio houve tumulto e correria dentro do terminal
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/musica-de-freddie-mercury-e-revelada-quase-30-anos-depois-de-sua-morte/
Originalmente lançada em 1986, música ressurge em nova gravação
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/charlize-theron-e-seth-rogen-formam-um-casal-improvavel/
Na comédia, um jornalista reencontra a mulher sua ex-babá e os dois se envolvem
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/antes-da-festa-de-sao-joao-amargosa-se-encontra-na-feira/
Terceiro destino da websérie especial São João na Estrada acompanha preparativos na cidade do Vale do Jiquiriçá
Ler Mais