Adolescente de 16 anos morre com suspeita de dengue hemorrágica na Bahia

bahia
18.06.2019, 14:12:00
Atualizado: 18.06.2019, 15:31:52

Adolescente de 16 anos morre com suspeita de dengue hemorrágica na Bahia

Jovem morava em Presidente Dutra, na região de Irecê

A 15ª vítima de dengue da Bahia este ano é uma jovem de 16 anos, de Presidente Dutra, cidade que, de acordo com o Ministério da Saúde, está entre os 104 municípios do estado com risco de surto para arboviroses – dengue, zika ou chikungunya.

A causa da morte, ocorrida no dia 11 de junho no Hospital Regional de Irecê, foi confirmada nesta segunda-feira (17) pelo Núcleo Regional de Saúde, segundo o qual falta apenas confirmar qual o tipo de dengue levou a garota à morte.

A suspeita é que ela tenha morrido por dengue hemorrágica, pois o estado de saúde dela se agravou um dia após chegar ao hospital, com fortes dores na barriga. Outras 11 mortes por suspeita de dengue na Bahia estão em investigação.

Segundo dados do Ministério da Saúde, a cidade de Presidente Dutra, que tem 15 mil habitantes e está localizada no Centro-Norte da Bahia, possui índice de infestação predial de 8,4% – a partir de 4%, o ministério classifica como risco de surto.

A cidade também está na lista dos 50 municípios do estado com risco médio para ocorrências de surto/epidemia de dengue, conforme a classificação do coeficiente de incidência do Ministério da Saúde.

Em Presidente Dutra, que já teve 28 casos prováveis de dengue registrados este ano, o coeficiente de incidência é de 185,2 por cada 100 mil moradores.

No recorte do Ministério da Saúde, o coeficiente de incidência abaixo de 100 casos por 100 mil habitantes representa baixo risco para ocorrência de surtos/epidemias; entre 100 a 299 casos é classificado como médio risco e acima de 300 casos há alto risco.

A Bahia possui 75 cidades para alto risco de surto/epidemia. O Ministério da Saúde explica que o recorte de coeficiente de incidência serve só para dengue porque para as outras arboviroses (zika e chikungunya) “a série histórica ainda não permite estabelecer um parâmetro para estimar a probabilidade de ocorrência de surtos e epidemias”.

De acordo com a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), o estado registra oito casos de dengue por hora em 2019, uma alta de 459% em relação ao mesmo período de 2018.

Índices de infestação predial de cidades em risco de surto de arboviroses na Bahia:

Vereda

18,60

Wagner

15,90

Senhor do Bonfim

14,00

Andorinha

13,80

Caetité

12,00

Brotas de Macaúbas

11,60

Cordeiros

11,20

Riacho de Santana

11,00

Ibicaraí

10,70

Ilhéus

10,00

Jaguaquara

9,90

Santaluz

9,90

Igaporã

9,80

Lajedo do Tabocal

9,50

Capim Grosso

9,40

Caldeirão Grande

9,20

Macajuba

8,80

Gentio do Ouro

8,70

Várzea Nova

8,50

Anguera

8,40

Tapiramutá

8,40

Itabuna

8,30

Presidente Dutra

8,20

Adustina

8,10

Planalto

8,00

Itiruçu

7,90

Manoel Vitorino

7,80

Piripá

7,80

Gongogi

7,70

Central

7,60

Milagres

7,60

Presidente Jânio Quadros

7,60

América Dourada

7,50

Serrolândia

7,50

Cafarnaum

7,40

Ourolândia

7,30

Quixabeira

7,20

Coaraci

7,10

Morro do Chapéu

6,90

Paramirim

6,60

São Domingos

6,50

Coração de Maria

6,40

Paripiranga

6,40

Queimadas

6,40

Capela do Alto Alegre

6,20

Jeremoabo

6,20

Guanambi

6,10

Tanque Novo

6,10

Itapitanga

6,00

Santa Brígida

6,00

Seabra

6,00

Antônio Gonçalves

5,90

Itiúba

5,90

Santa Inês

5,90

Encruzilhada

5,80

Anagé

5,70

Santa Luzia

5,70

Campo Alegre de Lourdes

5,60

Jequié

5,60

Ponto Novo

5,60

Utinga

5,60

Coronel João Sá

5,50

Maracás

5,50

Sítio do Quinto

5,50

Uruçuca

5,50

Itapicuru

5,40

Mulungu do Morro

5,40

Piritiba

5,40

Mairi

5,20

Barro Preto

5,10

Santanópolis

5,10

Floresta Azul

5,00

João Dourado

5,00

Caém

4,90

Bom Jesus da Serra

4,80

Ibipeba

4,80

Macururé

4,80

Nova Fátima

4,80

Barra do Choça

4,70

Prado

4,70

Fátima

4,60

Várzea do Poço

4,60

Miguel Calmon

4,50

Mundo Novo

4,50

Tanquinho

4,50

Mascote

4,40

São Miguel das Matas

4,40

Valente

4,40

Itororó

4,30

Sátiro Dias

4,30

Aramari

4,20

Iaçu

4,20

Ribeira do Amparo

4,20

Vitória da Conquista

4,20

Buritirama

4,10

Maiquinique

4,10

Nova Soure

4,10

Rio do Antônio

4,10

Belo Campo

4,00

Itabela

4,00

Jussara

4,00

Luís Eduardo Magalhães

4,00

Santa Bárbara

4,00

Serrinha

4,00


Fonte: Ministério da Saúde

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas