Adolescente morre baleado no Rio de Janeiro; família acusa PM

brasil
05.04.2022, 09:26:52
(Reprodução)

Adolescente morre baleado no Rio de Janeiro; família acusa PM

Jovem praticava artes marciais e foi atingido no peito

O adolescente Cauã da Silva dos Santos, de 17 anos, morreu baleado durante operação policial em Cordovil, na zona norte do Rio de Janeiro, na noite dessa segunda-feira (4). Familiares de Cauã relataram à imprensa que o adolescente foi morto por policiais militares e que o corpo foi jogado em um valão pelos agentes.

Eles afirmaram que o jovem praticava artes marciais e foi baleado durante evento social na comunidade do Dourado. Segundo os familiares, quando Cauã foi atingido, havia várias crianças na área.

A Polícia Militar (PM) divulgou nota sobre a ação, mas não citou Cauã. De acordo com a nota, criminosos atacaram uma guarnição que fazia patrulhamento na região, o que deu início a um tiroteio.

Os policiais informaram que um homem foi ferido em confronto. Outros criminosos fugiram para um valão, onde foi encontrada uma pistola. A PM acrescentou que um homem baleado foi encontrado morto no Hospital Estadual Getúlio Vargas, posteriormente.

Como em todas as ocorrências que acabam em morte, uma investigação foi instaurada para apurar as circunstâncias da ação.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital, que está fazendo diligências e vai ouvir testemunhas para esclarecer os fatos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas