Adrilles Jorge é demitido da Jovem Pan após fazer suposta saudação nazista

em alta
09.02.2022, 11:31:36

Adrilles Jorge é demitido da Jovem Pan após fazer suposta saudação nazista

Gesto foi feito enquanto comentarista abordava 'caso Monark'

A Jovem Pan demitiu, na manhã desta quarta-feira (9), o comentarista Adrilles Jorge. O ex-BBB foi acusado de fazer uma saudação nazista depois de comentar o caso Monark. No dia anterior, o influenciador defendeu a existência de um partido nazista legalizado no Brasil e também foi desligado do Flow Podcast com a repercussão do caso.

Entenda: Monark é desligado dos Estúdios Flow após defender existência de partido nazista

Adrilles, após terminar sua argumentação, estendeu a palma da mão para o alto em movimento similar ao "Sieg Heil", uma saudação nazista usada por Adolf Hitler (1889-1945) que em alemão significa "viva a vitória".

Em nota enviada ao jornal Folha de S. Paulo, a Jovem Pan confirmou que ele foi demitido. A emissora reforçou que repudia qualquer manifestação em defesa do nazismo e suas ideias. "Somos veementemente contra a perseguição a qualquer grupo por questões étnicas, religiosas, raciais ou sexuais."

Em outro trecho, cita que os comentaristas têm independência para emitir opiniões, respeitando os limites da lei, "opiniões estas que não refletem as posições do Grupo Jovem Pan."

Adrilles nega
O comentarista tamém se posicionou sobre o caso, negando que tenha tido essa atitude e destacou que ele apenas queria se despedir de uma forma mais despojada.

"Não fiz nada, sou antinazista. Por outro lado, posso pedir desculpas por quem tenha se enganado com esse gesto, jamais faria um gesto a título de gracejo", disse ele.

Depois do ato no programa, o apresentador da atração, William Travassos, repudiou no ar a saudação que ele também aparentemente entendeu como errada e disse: "Surreal, Adrilles". Pelo Twitter, onde o nome de Adrilles ficou entre os assuntos mais comentados, o comentarista também se explicou.

"A insanidade dos canceladores ultrapassou o limite da loucura. Depois de um discurso meu veemente contra qualquer defesa do nazismo, um tchau é interpretado como uma saudação nazista. Nazista é a sanha cancelamentora que não enxerga o próprio senso criminoso", postou Adrilles.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas