Agnaldo Timóteo volta a cantar em missa após ficar 59 dias internado; veja vídeo

em alta
17.10.2019, 10:57:07
Atualizado: 17.10.2019, 11:00:08

Agnaldo Timóteo volta a cantar em missa após ficar 59 dias internado; veja vídeo

Cantor apresentou versão de 'Noites Traiçoeiras'

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Foto: Divulgação

O cantor Agnaldo Timóteo ficou 59 dias internado por ter sofrido um princípio de AVC (acidente vascular cerebral). Após receber alta no último mês, o artista festejou a vida e, na última quarta-feira (16) voltou a cantar durante uma missa no Rio de Janeiro.

A cerimônia aconteceu em homenagem ao aniversário do cantor, que completou 83 anos e ocorreu no Santuário Arquidiocesano da Divina Misericórdia, em Vila Valqueire, na Zona Oeste do Rio.

Agnaldo estava acompanhado dos filhos Keite Evelyn e Márcio Timóteo e do sobrinho Timotinho. Durante a celebração, o artista emocionou a todos cantando a música "Noites traiçoeiras". Assista ao vídeo abaixo:

Internação
Agnaldo Timóteo recebeu alta no dia 19 de setembro após 59 dias de uma luta em que ele saiu vencedor. O cantor sofreu um AVC em Barreiras (BA), no dia 20 de maio e chegou a ser transferido para o hospital Roberto Santos, em Salvador.

No dia 08 de junho ele foi transferido para São Paulo, onde ficou no Hospital das Clínicas. Ele chegou a ficar dias na unidade de terapia intensiva (UTI) e a respirar com a ajuda de aparelhos. Ele foi internado após sofrer um princípio de AVC (acidente vascular cerebral).

Ele terá que fazer alguns meses de fisioterapia, para recuperar os movimentos das pernas, e também fonoaudilogia, para a voz. Ainda não há previsão para o artista voltar a fazer shows.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas