Alexandre de Moraes já tem informações para 'operação bombástica', mas preferiu esperar

brasil
29.05.2020, 09:54:04
Atualizado: 29.05.2020, 09:57:24

Alexandre de Moraes já tem informações para 'operação bombástica', mas preferiu esperar

Bolsonaro se preocupa com possibilidade das investigações atingirem seu filho Carlos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), já reuniu informações o suficiente no inquérito que investiga as "fake news". Entretanto, ele preferiu ser cuidadoso na operação do último dia 27 que recolheu provas nas casas de blogueiros e empresários bolsonaristas.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, a intenção do magistrado é recolher provas mais robustas nesta primeira fase de operações para, só com um embasamento ainda maior, ir atrás dos "peixes grandes".

Enquanto isso o presidente Jair Bolsonaro está preocupado pois a Polícia Federal (PF) já identificou seu filho, Carlos Bolsonaro, como chefe da quadrilha que usava notícias falsas para prejudicar adversários políticos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas