AmBev recusa pedido para aderir à campanha do 'Orgulho Hétero'

em alta
22.06.2020, 08:18:55
Atualizado: 22.06.2020, 08:28:13
(Foto: Reprodução)

AmBev recusa pedido para aderir à campanha do 'Orgulho Hétero'

Empresa responsável por marcas como Skol e Guaraná Antarctica criou campanha em prol da causa LGBTQI+

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Após reunir suas marcas para realizar um ação em apoio ao movimento LGBTQI+, a fabricante de bebidas AmBev disse "não" a um internauta que pediu que a empresa também celebrasse a uma data fictícia que ele definiu como "Orgulho Hetero".

"Ambev, poderia também criar uma logo [logotipo] para 'Orgulho Hétero'?!", escreveu o seguidor, depois que a empresa mudou a foto da página para as cores do movimento gay, no Facebook. "Oi, R*** (nome do seguidor* . Não podemos, não. Abraços", respondeu a empresa.

A resposta da Ambev ao seguidor viralizou imediatamente pelas redes sociais, boa parte elogiando a posição da empresa.

A Ambev reuniu marcas como Budweiser, Skol, Guaraná Antarctica, Antarctica e Skol Beats para apoiar os LGBTI+. A ação, que faz faz parte da campanha #OrgulhoNãoPara, foi lançada neste domingo.

A empresa irá doar R$ 1 para as ONGs Casa 1, Casinha e Casarão Brasil a cada história de orgulho publicada pelos internautas com a hashtag —até o total de R$ 100 mil.

No vídeo de lançamento, a Ambev formou um arco-íris com vários caminhões na Avenida Paulista, em São Paulo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas