Ambulantes fazem protesto em Itapuã para pedir liberação das praias de Salvador

salvador
16.09.2020, 21:18:00
Atualizado: 16.09.2020, 21:48:17
(Foto: Adriana Oliveira/TV Bahia)

Ambulantes fazem protesto em Itapuã para pedir liberação das praias de Salvador

Prefeitura convocou reunião com a categoria para discutir protocolos de segurança

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um grupo de vendedores ambulantes e barraqueiros fez uma manifestação, na manhã desta quarta-feira (16), no bairro de Itapuã, para pedir que as praias de Salvador sejam reabertas. O banho de mar segue restrito na cidade desde o começo da pandemia, em março, e a categoria deseja voltar a trabalhar. Com cartazes em mãos, cerca de 150 pessoas foram apelar para serem incluídas na reabertura de atividades, conforme noticiou a TV Bahia.

Em nota, a prefeitura informou que está atenta às demandas dos cerca de 440 ambulantes cadastrados na Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEMOP), especificamente os que trabalham em praias. A administração municipal informou que já solicitou uma reunião com representantes da categoria, “mantendo o diálogo anteriormente aberto com os mesmos, e que é constante na gestão”, disse. 

Nesta terça-feira (15), o prefeito ACM Neto disse que as praias podem reabrir inicialmente apenas durante os dias úteis, mas não deu previsão de quando isso deve acontecer.

Ainda conforme a prefeitura, o objetivo é discutir e construir em conjunto protocolos de ações que permitam o uso das praias em condições seguras e saudáveis. “A Prefeitura de Salvador tem compromisso com a saúde pública e proteção à vida. Não pretendemos repetir em nossa cidade imagens que tão tristemente temos acompanhado em outras capitais litorâneas Brasil afora”, disse a gestão.

Algumas atividades e estabelecimentos econômicos como shoppings, cinemas, academias, bares e restaurantes, já estão liberados para reabertura em Salvador. A prefeitura reforçou que desde março distribuiu 13 mil cestas básicas para ambulantes, além do auxílio Salvador por Todos no valor de R$ 270 mensais para diversas categorias atingidas financeiramente pela pandemia, incluindo os trabalhadores informais.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas