Aos 27 anos, modelo descobre que é filha biológica de quem chamava de padrasto

brasil
05.12.2021, 09:57:00
Atualizado: 05.12.2021, 09:57:51
Diana com a mãe e o pai biológico no primeiro encontro após a descoberta. (Foto: Arquivo pessoal)

Aos 27 anos, modelo descobre que é filha biológica de quem chamava de padrasto

Revelação aconteceu através de um sonho

Aos 27 anos, a modelo Diana Geniath descobriu ser filha biológica do homem que acreditava ser seu padrasto. A revelação, contou ao g1, aconteceu através de um sonho.

“Uma mulher me contava que eu não era filha do meu pai, e sim de uma experiência alienígena”.

Quando contou a história à mãe e ao padrasto, ele questionou “e se o alienígena for eu?”. Foi aí que ela resolveu fazer um teste de DNA. Descobriu que era 99,9% compatível geneticamente com o homem que tinha como marido de sua mãe.

“Meu mundo caiu, tudo passou a fazer sentido, nossas semelhanças que a gente ignorava”, relata Diana.

Tudo aconteceu em agosto deste ano. Depois do processo de aceitação, a jovem se reuniu com a mãe e o, agora, pai biológico. Também viajou até Brasília para conhecer a família do novo pai, com quem tinha tido pouquíssimo contato.

História

A mãe de Diana tinha um casamento conturbado com o homem que a modelo acreditava ser seu pai biológico. Em um dos términos, a mulher se envolveu com um motorista que conheceu nas proximidades de casa, em uma zona rural de Tocantins. Voltou com o marido e, brigas depois, já grávida, decidiu pôr um fim na relação.

Quando reencontrou o motorista e eles começaram um relacionamento, ele aceitou cuidar da criança. Assim foi por 27 anos.

Hoje, a modelo mora longe da família, em João Pessoa, na Paraíba. Mas mesmo morando em estados diferentes, Diana afirma que se sente mais leve com a descoberta e agradece ao aviso em sonho.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas