Aos 64 anos, morre o deputado e apresentador de TV Wagner Montes

brasil
26.01.2019, 13:13:10
Atualizado: 26.01.2019, 13:19:55
((Foto: Divulgação))

Aos 64 anos, morre o deputado e apresentador de TV Wagner Montes

Ele estava internado devido a uma infecção urinária

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O apresentador de TV e deputado federal eleito Wagner Montes (PRB) morreu na manhã deste sábado (26), por volta das 11h30. O parlamentar tinha 64 anos e estava internado há dois meses no Hospital Barra D'Or para o tratamento de uma infecção urinária. A causa da morte foi choque séptico e sepse abdominal, de acordo com a equipe do deputado. 

Em novembro de 2018, ele já tinha sofrido um infarto. Wagner também era advogado e apresentava telejornais na TV Record. Ele era casado há 30 anos com a também apresentadora Sônia Lima. 

Montes foi vice-presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e, nas eleições de outubro, havia sido eleito deputado federal após obter 65.868 votos. O velório do parlamentar será realizado na Alerj, mas o horário ainda não foi definido.

Em sua página no Facebook, o presidente em exercício da Alerj, o deputado André Ceciliano (PT), expressou as condolências. Ele destacou a "alegria, a capacidade e a habilidade de driblar as dificuldades" do colega. 

"Hoje perdemos uma grande figura, mas o céu ficará mais divertido. Siga em paz, meu irmão. Que Deus conforte a família neste momento de dor, toda minha solidariedade à esposa do Wagner, filhos, amigos e colegas de trabalho"

No Twitter, o deputado estadual e deputado federal eleito Marcelo Freixo (PSOL) lamentou a morte do colega. 

"Muito triste com a notícia do falecimento do querido Wagner Montes, com quem tive um convívio fraterno ao longo de três mandatos como deputado estadual. Minha solidariedade à família e aos amigos", escreveu. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas