Apático, Bahia é goleado pelo Red Bull Bragantino no Brasileirão

e.c. bahia
20.11.2020, 21:50:00
Atualizado: 20.11.2020, 21:59:30
Facilmente dominado, Bahia foi goleado pelo Bragantino e quebrou sequência positiva na temporada (Foto: FÁBIO MORAES/ESTADÃO CONTEÚDO)

Apático, Bahia é goleado pelo Red Bull Bragantino no Brasileirão

Derrota interrompeu sequência de quatro triunfos do tricolor na temporada

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A reação do Bahia no Campeonato Brasileiro foi freada de forma brusca. Em noite para se esquecer, o Esquadrão viu o Red Bull Bragantino fazer 3x0 em apenas 20 minutos do primeiro tempo e foi derrotado por 4x0, nesta sexta-feira (20), no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

O resultado interrompeu a sequência de quatro triunfos seguidos que o tricolor conseguiu na temporada. De quebra, o Bragantino reduziu em dois pontos a distância para o Esquadrão na tabela de classificação e ocupa o 10º lugar, uma posição atrás da equipe do técnico Mano Menezes.

O próximo compromisso do Bahia será na terça-feira (24), quando recebe o Unión Santa Fe, da Argentina, na Fonte Nova, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Pelo Brasileiro, o time só volta a jogar no sábado (28), perante o São Paulo, dentro de casa. 

Nem viu a placa
Em busca da quarta vitória seguida na Série A, o Bahia nem teve muito tempo para sentir o clima do jogo. Com apenas três minutos, Claudinho iniciou a jogada na esquerda, Elias não conseguiu cortar e a bola sobrou para o próprio Claudinho, que ainda limpou a marcação antes de finalizar no canto de Douglas e abrir o placar para o Bragantino.

O dia não era mesmo do Bahia. Minutos depois de sofrer o gol, Lucas Fonseca sentiu a coxa e teve que ser substituído por Anderson Martins. Por outro lado, Claudinho continuava iluminado.

Aos 10 minutos, Luan Cândido cobrou falta forte. A bola explodiu na trave e voltou para o camisa 10 do Bragantino, livre de marcação, mandar para as redes e anotar o segundo. 

Atordoado e completamente envolvido pelo adversário, o tricolor não conseguia executar o seu plano de jogo e apresentava postura apática. Marcando com linhas baixas, o Esquadrão atraiu o adversário para o seu campo. Sem conseguir reagir, o terceiro gol não demorou a sair.

Depois do lançamento, a defesa tricolor voltou a falhar e Raul ficou de cara com Douglas. O volante rolou para Ytalo, que com o gol vazio mandou para as redes e fez Bragantino 3x0, com apenas 20 minutos do primeiro tempo.

A partir daí, o Bahia passou a apenas a se segurar e torcer pelo fim dos 45 minutos iniciais.

Lá vem eles de novo...
Para tentar minimizar o prejuízo, Mano Menezes voltou para o segundo tempo com Edson e Rossi nas vagas de Elias e Fessin, respectivamente, mas o panorama seguiu com amplo domínio do Red Bull Bragantino. 

Bem à vontade, o alvinegro paulista só precisou de cinco minutos para marcar o quarto gol. Helinho recebeu livre de Ytalo e mandou para as redes de Douglas. O lance chegou a ser analisado pelo VAR devido a um possível impedimento, mas o árbitro Anderson Daronco confirmou o tento.  

Enquanto isso, o Bahia continuava na sua agonia. Mano tirou Rodriguinho e colocou Zeca em campo e deslocou Juninho Capixaba para o meio-campo. A mudança não surtiu efeito. Já o Bragantino aproveitou o placar elástico para promover a estreia do meia Eric Ramires, emprestado pelo próprio Bahia.

Em um dos raros momentos de ataque na partida, Élber recebeu boa bola dentro da área, só que tentou chutar cruzado e foi pra fora. 

O Bragantino diminuiu o ritmo e, mesmo assim, continuou criando boas chances. Aos 37 minutos, Artur saiu de cara com Douglas e chutou forte. O goleiro tricolor fechou bem o ângulo e evitou o quinto gol. 

Entregue, ao Bahia restou mesmo esperar o apito final e lamentar a derrota por goleada fora de seus domínios. Uma noite para esquecer. 

FICHA TÉCNICA

Red Bull Bragantino 4x0 Bahia - 22ª rodada do Campeonato Brasileiro

Red Bull Bragantino: Claiton, Aderlan (Weverton), Fabrício Bruno, Ligger (Haydar) e Luan Cândido; Raul, Evangelista (Matheus Jesus) e Claudinho; Artur, Ytalo (Hurtado) e Helinho (Ramires). Técnico: Maurício Barbieri.

Bahia: Douglas, Nino Paraíba, Lucas Fonseca (Anderson Martins), Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Elias (Edson) e Rodriguinho (Zeca); Fessin (Rossi), Gilberto e Élber (Marco Antônio). Técnico: Mano Menezes.

Estádio: Nabi Abi Chedid (Bragança Paulista)
Gols: Claudinho, aos 3 e aos 10 minutos do 1º tempo, Ytalo, aos 20, Helinho, aos 5 minutos do 2º tempo. 
Cartão amarelo: Helinho (Bragantino) Lucas Fonseca, Anderson Martins e Gilberto (Bahia)
Arbitragem: Anderson Daronco, auxiliado por Daniel da Silva Alves e Michel Stanislau (trio do Rio Grande do Sul). 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas