Apesar de verão ser pior época para fazer tatuagem, procura cresce 50% em Salvador

saúde
19.01.2020, 05:01:00
Atualizado: 19.01.2020, 11:26:37
(Foto: Betto Jr/Arquivo CORREIO)

Apesar de verão ser pior época para fazer tatuagem, procura cresce 50% em Salvador

Especialistas dão dicas de como não se complicar ao riscar a pele e pegar um bronze

No verão, muitos baianos colocam seus trajes de banho e vão à praia em busca da famosa “marquinha”. Alguns mais empolgados, no período, resolvem deixar na pele algo mais permanente e acabam recorrendo a alguma tatuagem. Entretanto, o calor e toda a agitação da estação faz com que essa época do ano se torne aquela com maior risco para quem planeja dar aquele “risco” no corpo.

Mesmo diante dos contras, nos meses mais quentes do ano o movimento nos estúdios de tatuagem chega a crescer até 50%. Segundo a tatuadora Gabriela Droguett, esse fluxo maior de clientes é algo específico de Salvador.

“Acredito que esse aumento é por causa de que no verão as pessoas vão mais às praias e lá olham o corpo de outros com tatuagem, daí criam a coragem e vontade para riscar o seu”, explica ela, que é uma das fundadoras do estúdio C'ink.

Riscos
Entretanto, os riscos não impedem a pessoa de tatuar o seu corpo; apenas exigem um maior cuidado. No primeiro mês após meter a tattoo, idas à praia e piscina estão proibidas. Além disso, deve-se usar sempre hidratantes, protetor solar e cremes cicatrizantes para proteger a região tatuada, algo que o estudante Gabriel Bassalo, 23 anos, segue à risca.

“Eu pesquisei para saber os cuidados que eu precisaria ter para não estragar a tatuagem, pois é algo que vai ficar em meu corpo durante a vida toda e, por isso, tem que ficar bonita. E eu tenho o exemplo do meu pai que fez uma tattoo há muito tempo, não cuidou e tá horrível desde quando eu era pequeno. Isso me traumatizou”, revela ele, que tatuou um tigre no braço no fim do ano passado.

Tatuagem de Gabriel ainda precisa de alguns retoques (Foto: Acervo Pessoal)

Cuidar bem da tatuagem é tão importante quanto escolher bem o tatuador. Gabriela revela que sempre “assusta” seus clientes falando que, após eles saírem do estúdio, a responsabilidade passa a ser totalmente deles.

“É sempre preciso ressaltar que a tatuagem é uma ferida. Que é bonita, verdade, mas continua sendo uma ferida. Além disso, é um negócio caro, que dói. Ela sai aqui do estúdio perfeita e, para permanecer assim, precisa apenas do cliente. São algumas semanas de cuidado especial para a sua tatuagem ficar linda para o resto da vida”, afirma. 

Coloridas: cuidado especial
Já para quem decidiu lançar uma tattoo colorida, a recomendação é ter cuidado redobrado. “Como há uma maior pigmentação neste tipo de tatuagem, a chance de ter algum problema também aumenta. Além disso, corre o risco da pessoa ter alergia a alguma cor específica, como o vermelho”, afirma ela, que ressalta que o “risco” deve ser sempre limpo com sabonete neutro e, em nenhuma hipótese, deve ter o “cascão” retirado.

Apaixonado pelas coloridas, estudante Adriano Xisto, 24, sabe do risco maior com esse tipo de tatuagem. Entretanto, ele conta com um aliado para proteger as suas obras de arte: o fato de não gostar de praia.

“Isso ajuda bastante, pois já sigo essa recomendação naturalmente. Ainda assim, se eu tiver que me expor ao sol, como alguma viagem marcada, sempre coloco o protetor. Sigo tudo à risca pois não quero um erro marcado no meu corpo para sempre”, conta ele que, nos últimos meses, tatuou uma cena do filme 'Coringa' e um 'Demônio Guardião'.

'Bebês' de Adriano (Foto: Acervo Pessoal)

Reações
Outras reações que podem acontecer por conta da tatuagem, além do prejuízo estético, é o surgimento de quelóides, cicatrizes dentro da pele e reações alérgicas. Para isso, o dermatologista Gleison Duarte recomenda que quem possui alguma doença na pele procure um profissional antes de se tatuar.

“Quem tem um problema de pele comum, como a psoríase, por exemplo, em algumas épocas do ano não pode se tatuar. Por isso, é recomendado que haja a consulta ao dermatologista para ver se está no momento adequado. Entretanto, para quem tem essa situação, os cuidados a serem tomados após a tatuagem são os mesmos para quem tem uma pele saudável”, explica.

*Com supervisão do editor João Galdea.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/minuto-do-carnaval-hoje-tem-cortejo-afro-baiana-system-pabllo-vittar-e-mais/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/passagem-de-mano-brown-na-barraondina-causa-comocao/
Multidão cantou junto com ele letras inteiras de clássicos dos Racionais MCs
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cronicas-do-guerreiro-dia-4-o-fenomeno-baiana-system/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/fundacao-pierre-verger-tem-2o-batizado-de-capoeira-da-dende-de-aro-amarelo/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/minuto-do-carnaval-hoje-tem-ivete-praca-castro-alves-e-mais/
Jorge Gauthier traz os destaques do dia para o folião
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/serie-sobre-jose-mojica-marins-esta-no-youtube-na-integra/
Canal Space liberou produção gratuitamente para homenagear criador de Zé do Caixão
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/em-camarote-marcia-fellipe-relembra-polemica-sobre-irma-dulce/
Márcia Fellipe passou pelo Camarote Salvador nesta sexta-feira (21)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cronicas-do-guerreiro-dia-3-a-praca-do-povo/