Após mortes, Crivella promete rever protocolo para acionamento de sirenes

brasil
09.04.2019, 09:59:13
Atualizado: 09.04.2019, 10:05:19
(Tânia Rêgo/Agência Brasil )

Após mortes, Crivella promete rever protocolo para acionamento de sirenes

Sistema não evitou que duas pessoas morressem soterradas

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), disse na manhã desta terça-feira (9), que a prefeitura irá rever o protocolo para acionamento de sirenes nas favelas da cidade. O sistema - que alerta os moradores para o risco de deslizamento quando há fortes chuvas - não evitou que duas pessoas morressem soterradas no Morro da Babilônia, na zona sul, na noite de Segunda-feira (8).

"Sem dúvida esse incidente na Babilônia vai nos fazer rever essa situação", disse o prefeito. "Vamos estudar, nesses lugares críticos, diminuir ainda mais o índice pluviométrico, para tentar remediar problemas."

As sirenes são acionadas quando o índice pluviométrico atinge 45 milímetros, acima do que caía no morro no momento do deslizamento. Segundo Crivella, choveu 39 milímetros em uma hora no Morro da Babilônia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas