Após perder o freio na ladeira, motorista joga ônibus no muro e salva passageiros

salvador
01.07.2020, 13:10:00
Atualizado: 01.07.2020, 13:10:17
(Foto: Transalvador)

Após perder o freio na ladeira, motorista joga ônibus no muro e salva passageiros

Pneus do coletivo que fazia linha Pero Vaz x Itaigara estavam carecas e com arames à mostra

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um ônibus bateu em um poste e, em seguida, atingiu o muro de uma casa na ladeira da Fazenda Grande do Retiro, em Salvador, por volta das 7h desta terça-feira (31). A batida foi causada de propósito pelo motorista, que perdeu os freios na ladeira e para evitar um acidente pior usou o muro para poder parar o veículo.

Como resultado do acidente, o ônibus ficou atravessado na rua e o trânsito no local foi fechado. Ao total sete pessoas ficaram feridas, incluindo o motorista. 2 foram atendidos e liberados liberados no local, outros 2 foram encaminhados ao Hospital Geral do Estado (HGE), 1 para UPA de San Martin, 1 para o COT Canela e o motorista para o Hospital Tereza de Lisieux. Nenhuma das vítimas teve ferimentos sérios.

Daniel Mota, diretor de comunicação do sindicato dos rodoviários, chamou a atenção para o estado de conservação do veículo, que fazia a linha 0422 Pero Vaz x Itaigara. “Ao chegar no local do acidente flagramos o pneu totalmente careca, com arames aparecendo. É absurdo a Concessionária Salvador Norte (CSN) colocar os rodoviários e passageiros nesta situação. Importante ressaltar também que na hora de escolher para qual lado colocar o veículo, o motorista o colocou para seu lado, o esquerdo, aumentando os riscos para ele”, apontou.

Segundo a CSN, antes de sair das garagens os ônibus passam por vistorias realizadas por técnicos de manutenção. A empresa está sob intervenção da Prefeitura de Salvador desde o dia 20 de junho, após a CSN entrar na Justiça. A decisão do órgão municipal se deu para manter o serviço e os 4 mil empregos.

“Até o momento já foram recuperados 67 carros e seguimos trabalhando de forma intensiva para recuperar toda frota. Estamos segurando os ônibus que apresentem problemas em pneus e já foram feitas as compras de pneus novos, mas que levam cerca de 15 dias pra chegar. Também estamos intensificando o trabalho de vistoria para que carros que apresentem qualquer problema não saiam das garagens. Estamos finalizando ainda essa semana todos esses pontos. O trabalho é focado na segurança dos usuários e dos nossos colaboradores”, afirma o interventor Almir Melo Jr.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas