Após posar com Bolsonaro, Diego Hypólito é 'cancelado' e rebate: 'Sou de Deus'

em alta
21.11.2019, 11:45:00
(Foto: Reprodução)

Após posar com Bolsonaro, Diego Hypólito é 'cancelado' e rebate: 'Sou de Deus'

Ginasta assumiu a sua homossexualidade neste ano

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O nome do ginasta Diego Hypólito chegou aos trendding toppics do Twitter na manhã desta quinta-feira (21) após ser "cancelado" pelo tribunal da internet. A razão da "condenação" é que o esportista posou ao lado de Jair Bolsonaro. 

O ginasta se encontrou com o presidente nesta quarta-feira (20), o registro foi compartilhado pela primeira-dama Michelle Bolsonaro. O post acabou viralizando por causa da orientação sexual de Hypólito, que se assumiu homossexual em maio deste ano. Na manhã desta quinta-feira (21), Bolsonaro também compartilhou sobre o encontro nas redes sociais.

"Ontem [20], com Diego Hypólito. Uma satisfação conversar com esse renomado atleta olímpico. Bom dia a todos!", escreveu o presidente em sua conta oficial do Twitter.

A reunião foi entre o atleta, Bolsonaro e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Duarte Guimarães. A aparição do atleta ao lado do presidente foi o suficiente para causar seu cancelamento, que consiste em um julgamento dos internautas a respeito de suas atitudes. O veredicto determinou que seguidores não irão mais apoiá-lo sobre nada. Ou seja, deixarão de elogiá-lo, de segui-lo nas redes sociais, etc. 

A comunidade LGBT+ não gostou de ver o atleta com Bolsonaro, que já deu declarações homofóbicas em público. 

"Tem que ter um estômago para se reunir com alguém que acha que ele é gay porque não tomou umas porradas quando criança, que se pudesse tiraria agora seu direito de casar com o namorado, de adotar [um filho], de beijar na TV", escreveu André Palhares. "Sou totalmente contra a cultura do cancelamento, mas isso aqui não dá, hein, Diego Hypólito?", completou Edinho Jr. 

Em seu Instagram, o ginasta rebateu uma das inúmeras críticas que havia recebido. "A sua história é linda. Porém, que pena que apoia candidatos que menosprezam orientação sexual das pessoas e vai contra tudo que uma classe discriminada tenta avançar. Pena mesmo", desabafou Leonardo Barbosa Ventura. 

"Oi, querido, boa noite! Como você está? Eu não sou da esquerda nem da direita, eu sou de Deus! Sou cheio de erros e defeitos e estou muito preocupado com o esporte no Brasil! Quero poder ajudar pessoas, eu em minha vida serei muito julgado, eu sei", começou Hypólito. 

O ginasta, então, explicou que foi convidado por Bolsonaro para uma conversa, e que aceitou ir ao encontro para falar apenas sobre apoio ao Esporte. "Não sou dono de nenhuma verdade! Ele me chamou, eu só vim! É certo é errado? Não sei, sou um eterno aprendiz! Respeito tudo e qualquer pessoa achar ou pensar!", se defendeu. 

"Eu não mudei em nada só porque tirei foto com o presidente, Michelle, e etc! Quero salvar vidas e ter cada vez mais amor pelas pessoas. O ódio devemos combater com o amor e respeito! Só lembre sempre que eu não sou melhor que ninguém, só me tornei público e por isso serei sempre julgado fazendo o certo ou o errado!", finalizou. 

Recentemente, Diego Hypólito estrelou a campanha publicitária de uma marca famosa de lubrificante íntimo e disse se sentir "mais liberto".

Veja os cancelamentos:

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas