Após reunião com MPT, professores marcam nova assembleia sobre volta às aulas

salvador
30.04.2021, 21:46:05

Após reunião com MPT, professores marcam nova assembleia sobre volta às aulas

Prefeitura de Salvador e a União dos Municípios da Bahia também marcaram presença em reunião que teve 4h30 de duração

Ocorreu na tarde desta sexta-feira (30) a reunião mediada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) entre representantes dos sindicatos de professores da Bahia e representantes do município de Salvador, além de integrantes da União dos Municípios da Bahia. A pauta foi o impasse surgido com o anúncio de retorno às aulas na capital baiana. A negociação durou cerca de 4h30min.

Os sindicatos de professores — APLB-Sindicato e SinPro — se comprometeram a discutir em assembleia na próxima semana se a categoria aceita trabalhar presencialmente sem a conclusão total da imunização de todos os trabalhadores da educação. A partir da resposta a esse ponto, será retomada a mediação, num novo encontro marcado para a quinta-feira, dia 6, às 17h, também telepresencialmente.

A categoria também pontuou que eles haviam aprovado em assembleia o não retorno presencial, e confirmaram que a entidade ingressou com ação judicial pleiteando liminar para proibir o retorno das aulas presenciais. Apesar dos impasses, os representantes sindicais presentes se dispuseram a levar a proposta construída pelos participantes da reunião para deliberação.

No outro lado da negociação, a prefeitura de Salvador se comprometeu em prosseguir buscando meios para imunizar a totalidade da categoria. Segundo representantes do município, todos os trabalhadores da educação acima de 40 anos residentes em Salvador, que são cerca de 80% da categoria, já estão vacinados ou com vacina disponibilizada nos postos. Havendo aprovação da possibilidade de negociar o retorno presencial, serão discutidos os critérios para esse retorno.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas