Após ser torturada, jovem sequestrada em Pernambuco é resgatada em Alagoas

brasil
13.01.2021, 12:23:00

Após ser torturada, jovem sequestrada em Pernambuco é resgatada em Alagoas

Policiais dos dois estados foram acionados e conseguiram localizar o cativeiro

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma jovem de 24 anos sequestrada em Ibimibirim, no Sertão de Pernambuco, no domingo (10), foi encontrada pela polícia no município de Arapiraca, em Alagoas, nessa terça-feira (12). De acordo com a corporação, ela chegou a ser torturada no cativeiro. Três suspeitos foram presos pelos crimes, dois homens de 25 e 20 anos e uma mulher de 27.

As buscas na cidade foram iniciadas a partir de informações repassadas pela Polícia Civil de Pernambuco a agentes de Arapiraca. Por volta das 14h, os policiais localizaram um veículo gol prata, mesmo carro utilizado no sequestro em Pernambuco.

A jovem teria sido sequestrada por causa de uma dívida por tráfico de drogas do namorado, e os criminosos teriam enviado para ele vídeos das torturas, exigindo ainda R$ 15 mil para o resgate. Nas imagens, a vítima aparecia sendo torturada dentro do carro encontrado.

Após encontrar o veículo, os policiais identificaram uma casa e fizeram um cerco no local. Três pessoas foram presas no imóvel, mas a vítima não foi encontrada. Também não houve colaboração dos presos em falar onde seria o cativeiro.

A jovem foi achada após troca de informações entre agências de inteligência das polícias civis de Pernambuco, Alagoas e Santa Catarina. Ela estava no loteamento Real, na rua Marinita Gomes, bairro Batingas, no interior de um imóvel em um cômodo escuro, amarrada, com várias lesões pelo corpo e em estado de choque.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada até o local, e a vítima foi levada para o hospital de emergência do Agreste, onde foi atendida. Após alta médica, foi encaminhada até a Central de Polícia de Arapiraca e ouvida pelo delegado Filipe Caldas.

Efetivo
A operação de resgate foi realizada pelas policias Civil e Militar de Alagoas, de Pernambuco e de Santa Catarina, e foi coordenada pelos delegados Filipe Caldas, da Delegacia de Homicídios de Arapiraca (DH), Guilherme Iustem, da 4ª Delegacia Regional de Polícia de Arapiraca, e Gustavo Xavier, da 7° Delegacia Regional de Polícia de Penedo.

A ação foi acompanhada pelo secretário de Segurança Pública de Alagoas, Alfredo Gaspar, o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, e o gerente de Polícia Judiciária da Região 3, delegado Mário Jorge Barros, todos de Alagoas.

Reportagem originalmente publicada no JC Online

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas