Após triunfo, Mazola elogia 'espírito de sacrifício' do Vitória

e.c. vitória
16.12.2020, 04:59:00
"Sensação é de muita alegria, prazerosa", comemorou Mazola Júnior (Foto: Tiago Caldas/CORREIO)

Após triunfo, Mazola elogia 'espírito de sacrifício' do Vitória

Leão bateu Juventude por 1x0 no Barradão; foi o primeiro resultado positivo do time sob o comando do novo técnico

O técnico Mazola Júnior não precisou esperar muito para comemorar seu primeiro triunfo no Vitória. Em seu segundo jogo no comando da equipe, o Leão derrotou o Juventude por 1x0, no Barradão, na noite de terça-feira (15). O único gol da partida foi marcado por Léo Ceará, aos 17 minutos do primeiro tempo.

Além de bater um rival que está na briga pelo G4, o rubro-negro também superou vários desfalques na equipe. Não estavam disponíveis Alisson Farias, Maurício Ramos, Fernando Neto e Guilherme Rend (machucados), Leocovick, César e Lucas Arcanjo (com covid-19), Leandro Silva (transição), Ronaldo e Lucas Cândido (suspensos). Dessa forma, Yuri, João Victor, Romisson e Eduardo foram escalados como titulares.

Após o jogo, o técnico Mazola Júnior comemorou o resultado, que encerrou uma sequência de três jogos sem triunfos do Vitória. Com o 1x0, o time chegou aos 36 pontos e subiu para a 13ª posição da Série B.

"Sensação é de muita alegria, prazerosa. Enaltecer o espírito do grupo. Dá a impressão de que o grupo comprou nossa ideia de trabalho, de conduta, de postura, devido aos inúmeros problemas que tivemos para esse jogo, contra um adversário que está no G4, lutando pelo acesso. Salientar o grande espírito de sacrifício que o grupo teve, a grande união para superar esse momento difícil. Esse é o principal legado da partida", disse.

Depois de marcar o gol, o Vitória se fechou e passou a apostar nos contra-ataques. Mesmo perigosa, a tática deu certo: a equipe conseguiu se segurar sem sofrer gol e teve as melhores oportunidades para balançar as redes. Mesmo com ressalvas, Mazola aprovou a atuação do time.

"Gostei muito. Acho que faltou um pouco mais na parte ofensiva, acertar nas transições, ficar um pouco mais com a bola, principalmente no segundo tempo. A gente quer ver o Vitória jogando em cima o tempo todo, pressionando o adversário. Só que, infelizmente, nesse momento que estamos passando, com tantos desfalques, não foi possível. Acho que, mesmo assim, nós poderíamos ter feito mais um ou dois gols, tivemos chances reais para isso. Tudo somado, o mais importante foi quebrar a sequência negativa. Valorizar o sacrifício da minha equipe e, principalmente, valorizar todo o grupo de trabalho".

Entre as novidades da escalação do Vitória diante do Juventude, Romisson ganhou elogio de Mazola Júnior. O volante foi o escolhido para substituir Guilherme Rend.

"Conheço Romisson desde o ano passado, jogou contra mim aqui. Um jogador que, com a ausência do Guilherme, era o único destro que a gente tinha que poderia fazer aquela função à frente da nossa zaga e diminuir os espaços de Cajá, João Paulo, Matheuzinho, quando entrassem naquele setor, pois são muito perigosos. Conversei com Romisson, acompanhei vários treinamentos dele. Conversei com o departamento de preparação física, que me deu o ok. E, felizmente, o Romisson fez uma grande partida, muito aceitável, e nós ganhamos mais um guerreiro para esse fim de competição".

Na próxima rodada, o Vitória visita o Oeste na Arena Barueri, na sexta-feira (18), às 16h. Wallace será desfalque, já que levou o terceiro cartão amarelo e cumprirá suspensão na próxima rodada. Com isso, o setor defensivo preocupa, já que Maurício Ramos sentiu lesão e ficou de fora do duelo contra o Juventude. Mazola falou que irá aguardar para definir quem jogará.

"Vamos esperar a revisão médica, que vai acontecer nesta quarta-feira (16). Maurício teve um problema particular também, infelizmente, falecimento do pai dele. Vamos aguardar para ver qual a situação física do Maurício. Se ele não puder jogar, vamos estudar. Tem Mateus, da base, que vem treinando muito bem, canhoto. Vamos esperar qual vai ser a melhor formação".

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas