App de transporte vai oferecer desconto em corridas para quem for se vacinar

coronavírus
07.04.2021, 16:59:00
Atualizado: 07.04.2021, 17:07:29

App de transporte vai oferecer desconto em corridas para quem for se vacinar

Em outra ação na pandemia em Salvador, cervejaria vai doar de R$ 1,2 mi ao SOS Cultura

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Quem for se vacinar contra a covid-19 em Salvador terá 10% de desconto nas corridas pelo aplicativo 99. A prefeitura fechou uma parceria com a empresa que fez a doação de 30 mil viagens com desconto para esse público. Trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente também serão beneficiados com 10 mil corridas de R$ 20. O município também recebeu R$ 1,2 milhão da Ambev para financiar o SOS Cultura.

Os anúncios foram feitos pelo prefeito Bruno Reis, em entrevista virtual, nesta quarta-feira (7). O usuário que estiver se deslocando até um local de vacinação precisa escrever na área de cupom de descontos ‘Obrigado SSA’ e ele será liberado. Cada pessoa terá direito a duas corridas, ida e volta, com abatimento de até 30%, limitado a R$ 10.

“São dois benefícios importantes para ajudar a prefeitura nesse processo de vacinação. São duas iniciativas. Uma delas voltada para os trabalhadores da saúde que estão no enfrentamento à pandemia e outra voltada para os cidadãos que vão se vacinar”, disse.

Em março, a 99 já havia anunciado a doação de 10 mil corridas no valor de R$ 20 para profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate ao novo coronavírus. Nesta quarta, a diretora de relações institucionais da empresa, Amanda Soldini, contou que a ação integra um pacote de medidas que contemplará dezenas de cidades brasileiras nos próximos meses.

“Isso faz parte de uma iniciativa da 99 de um fundo de R$ 4 milhões que estamos doando para governos de todo o Brasil. Estamos na corrida contra o corona para apoiar os motorista parceiros e também os passageiros que queiram se deslocar com segurança nesse momento”, disse.

A diretora explicou que os valores das corridas serão repassados integralmente pela 99 aos motoristas, sem cobrança de taxas. “Entendemos que a vacinação é essencial nesse momento e conhecendo todo o trabalho que a prefeitura tem feito para vacinar as pessoas, estamos com essa duas iniciativas”, afirmou.

Em 2020, a 99 também realizou uma doação de R$ 4 milhões, o que resultou em cerca de 230 mil corridas utilizadas por profissionais que estavam na linha de frente do combate à pandemia.

SOS Cultura
A cervejaria Ambev também resolveu ajudar. A empresa fará uma doação de R$ 1,2 milhão para custear o SOS Cultura. O programa foi criado pela prefeitura e vai oferecer um auxílio de R$ 1,1 mil para os trabalhadores desse segmento. Inicialmente , será uma única parcela que vai beneficiar 6 mil trabalhadores.

“Esse é o segmento mais impactado pela pandemia em nossa cidade porque eles foram os únicos que em nenhum momento conseguiram retomar suas atividades. Quando a gente vinha na perspectiva de tentar construir a reabertura e a retomada dos eventos em nossa cidade, veio a segunda onda e tivemos que adotar medidas de isolamento social”, disse.

A prefeitura estima que o setor do entretenimento movimente cerca de R$ 2 bilhões por ano, em Salvador. O gestor contou que a intenção é ampliar o número de parcelas do SOS Cultura, mas que para isso vai depender de ajuda da iniciativa privada.

O município planejou entrar com R$ 550 e que os outros R$ 550 fossem custeados por empresas, mas apenas a cervejaria se manifestou até o momento. “A Ambev é uma parceria história da cidade na realização de eventos e a gente agradece essa parceria, e reconhece a sensibilidade da empresa”, disse.

O diretor nacional de Relações Institucionais da empresa, Rodrigo Moccia, frisou que a doação da cervejaria equivale a 40% do que era aguardado de ajuda da iniciativa privada, e convidou outras empresas ajudarem.

 “A gente sentia que precisava fazer algo a mais para o setor cultural, para os produtores de evento que são membros tão importantes do nosso ecossistema. A gente achava que poderia fazer algo a mais para esse setor que é um dos que foram primeiro a parar e deve ser o ultimo a retomar a atividade econômico diante da pandemia que estamos vivendo”, afirmou.

Ele deu exemplos de outras iniciativas da empresa como a doação de 40 mil máscara N96 para o Sistema Municipal de Saúde de Salvador e a distribuição de unidades de álcool gel na capital e em outros municípios da Bahia, no ano passado.

Mesmo se não consegui os 60% que faltam da iniciativa privada, a prefeitura informou que vai cobrir o buraco e garantir o pagamento da parcela única de R$ 1,1 mil aos trabalhadores. Já a continuidade do programa vai depender da assistência empresarial.

Quem tem direito a receber
Terão direito ao valor pessoas que atuam em diversos segmentos, como arte de rua, audiovisual, circo, cultura identitária e popular, dança, gestão cultural, literatura, patrimônio cultural, teatro, trabalhadores do centro histórico, de eventos, entre outras áreas. Um dos critérios é que os beneficiários deverão ter tido renda declarada de no máximo três salários mínimos, em 2020. 

Para ter acesso ao SOS Cultura os profissionais devem residir em Salvador, serem inscritos nos cadastros municipais ou cadastrados até 18 de março deste ano. Os trabalhadores da área da cultura devem estar cadastrados na Fundação Gregório de Mattos (FGM) em plataforma própria e validados mediante documentação pessoal e documento comprobatório da sua atuação cultural. 

Também integram a lista os trabalhadores do setor de eventos e eventos sociais cadastrados na Empresa Salvador Turismo (Saltur) ou na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Emprego e Renda (Semdec), conforme pleitos das organizações representativas do setor; e trabalhadores do Centro Histórico cadastrados na Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult). 

Não terão direito ao auxílio do SOS Cultura os titulares de benefício previdenciário do Regime Próprio de Previdência Social de Salvador; servidores públicos municipais e estaduais; beneficiários cadastrados no auxílio Salvador por Todos; e os titulares de benefício previdenciário e/ou socioassistencial do Regime Geral de Previdência Social do INSS. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas