Arquidiocese de Salvador tem programação especial na Semana Santa

salvador
06.04.2017, 11:03:00
Atualizado: 07.04.2017, 09:44:40

Arquidiocese de Salvador tem programação especial na Semana Santa

Fiéis celebram a Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo; as celebrações ocorrem de 9 a 16 de abril

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Tradição religiosa da Igreja Católica, a Semana Santa celebra a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Jesus Cristo, por isto, a Arquidiocese de Salvador está preparando sete dias de celebrações para os fiéis. A abertura dos festejos acontece do Domingo de Ramos (9), a partir das 8h, na praça do Campo Grande, e segue, em cortejo, até a Praça Municipal, onde o arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, celebrará a missa.

Nesta sexta-feira (07) às 15h terá início a tradicional Missa Campal, na praça dos 15 Mistérios, presidida pelo bispo auxiliar, Dom Marco Eugênio Galrão Leite. Logo após a Celebração Eucarística, terá início uma procissão com as imagens de Nossa Senhora das Dores, que sairá da Igreja dos 15 Mistérios, e a do Senhor Bom Jesus dos Santos Passos, saindo da Igreja do Boqueirão. A imagem de Nossa Senhora das Dores será conduzida pelos fiéis pelas ruas do bairro, passando pela rua Adobes, rua dos Carvões, até chegar à praça Santo Antônio, onde fica localizada a matriz. Já a de Senhor dos Passos, sai do Boqueirão, passa pela rua Direita do Santo Antônio em direção à matriz, onde acontece o primeiro passo, o sermão. A partir de então as imagens são conduzidas juntas, pela rua do São José, retornando à igreja do Boqueirão, onde ocorre o encerramento.

Já na Quinta-feira Santa (13), os padres vão renovar as promessas sarcedotais na Missa dos Santos óleos, a partir das 8h30, no Santurário Nossa Senhora de Fátima, no Garcia. Krieger fará a bênção do óleo e do crima que será utilizado ao longo do ano nas unções consacratórias dos batismos, ordenação episcopal, confirmação e orgenação sacerdotal. Ainda na quinta, às 18h, o arcebispo realiza a Missa da Ceia do Senhor e o Lava-pés, na igreja São Pedro dos Clérigos, no Terreiro de Jesus.

Sexta-feira da Paixão (14) é dia da Missa da Pixão, às 15h, na igreja Nossa Senhor do Carmo, no Pelourinho. Após a celebração religiosa, os fiéis sairão em procissão, carregando as imagens do Senhor Morto e da Nossa Senhora das Dores, relembrando, conforme a Igreja Católica, os últimos passos de Jesus no caminho até o calvário.

A Vigília Pascal terá início no Sábado (15), às 19h, na ireja São Pedro dos Clérigos. Para celebrar a vitória de Jesus sobre a morte, Dom Murilo presidirá a Missa da Páscoa no Domingo da Ressurreição do Senhor (16), às 10h, na mesma igreja.

Preparativos
Com saída das ruas do Santo Antônio Além do Carmo, no dia 7 de abril, os fiéis recitarão o Terço da Misericórdia, a partir das 14h. Na igreja do Boqueirão, por volta de 14h, haverá a Ladainha do Sagrado Coração de Jesus, na Igreja do Boqueirão.

Também no dia 7, a tradicional Missa Campal, na praça dos 15 Mistérios, anuncia as comemorações. Presidida pelo bispo auxiliar, Dom Marco Eugênio Galrão Leite, a celebração tem início às 15h. Após a Celebração Eucarística, terá início uma procissão com as imagens de Nossa Senhora das Dores, que sairá da Igreja dos 15 Mistérios, e a do Senhor Bom Jesus dos Santos Passos, saindo da Igreja do Boqueirão.

A imagem de Nossa Senhora das Dores será conduzida pelos fiéis pelas ruas do bairro, passando pela rua Adobes, rua dos Carvões, até chegar à praça Santo Antônio, onde fica localizada a matriz. A partir de então, as imagens são conduzidas juntas, pela rua do São José, retornando à igreja do Boqueirão, onde ocorre o encerramento.

Conforme a Arquidiocese de Salvador, todas as paróquias da cidade têm suas próprias programações para celebrar a Semana Santa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048