Artur lamenta chances perdidas, mas foca em decisão com o Grêmio

e.c. bahia
13.07.2019, 21:21:00
Atualizado: 13.07.2019, 22:03:38
Artur já está com a cabeça no duelo contra o Grêmio, quarta-feira (17), pela Copa do Brasil (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Artur lamenta chances perdidas, mas foca em decisão com o Grêmio

Depois de encarar o Santos, Bahia agora pega o time gaúcho, pela Copa do Brasil

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O retorno do Bahia ao Brasileirão não foi bem como time e torcida esperavam. Apesar de pressionar o Santos e criar boas chances no segundo tempo, o tricolor acabou levando o gol no final e foi derrotado pelo Santos na noite deste sábado (13), no estádio de Pituaçu.

Como já virou costume, o atacante Artur foi um dos principais nomes do tricolor no duelo. O camisa 98 incomodou bastante a defesa do Peixe, mas passou em branco. Ao final do jogo, ele lamentou as chances perdidas, mas afirmou que o time está de cabeça erguida e focado na decisão contra o Grêmio, na próxima quarta-feira (17), na Fonte Nova, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

"Pecamos no último terço, na hora da finalização. Eu pequei na hora de finalizar, poderia ter dado o passe... Agora é levantar a cabeça porque temos um jogo ainda mais importante na quarta-feira, contra o Grêmio, pela Copa do Brasil", disse Artur.

Outro que deixou o campo lamentando o resultado foi o goleiro Douglas. Ele pegou a cobrança de pênalti do uruguaio Carlos Sánchez, mas acabou levando o gol no rebote. 

"Difícil de explicar, foi um lance muito rápido, mas eu tive a segunda chance e poderia ter ido pra fora. Tem essas peculiaridades que a gente não entende. Estou triste pela derrota, por não ter presenteado o nosso torcedor que compareceu hoje e, principalmente, por não ter conseguido em pontuação o que a gente almejava. O nosso time tentou muito o triunfo, mas infelizmente fugiu das nossas mãos", explicou o goleiro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas