Associação de feirantes faz doação de 100 cestas de alimentos no Jardim Cruzeiro

coronavírus
23.07.2020, 08:07:00

Associação de feirantes faz doação de 100 cestas de alimentos no Jardim Cruzeiro

Ideia é ajudar moradores da região que passam dificuldade por conta da pandemia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Toda segunda feira é dia de renovar legumes e verduras nas barracas do Mercado Municipal do Jardim Cruzeiro, na Cidade Baixa. Com a pandemia, o movimento de clientes no local caiu e muita mercadoria boa acabava não sendo vendida ao final de cada semana. Mas o que poderia ser motivo de tristeza para os feirantes, acabou se transformando em gesto de solidariedade. 

Na manhã desta quarta-feira, 100 kits de legumes e verduras foram doados para moradores da região. “Nos reunimos há duas semanas para conversar e percebemos que poderíamos ajudar as pessoas da comunidade que estão passando mais dificuldade nesse momento de pandemia.  Por isso, veio a ideia de montar os kits com a mercadoria que ainda estava boa para consumo mas não foi vendida. Fizemos fichas e fomos distribuindo para  as famílias  trocarem”, revelou Rafael Araújo, vice presidente da Associação dos Feirantes do Jardim Cruzeiro e um dos responsáveis pela campanha.  

Para escolher os beneficiários a organização da campanha utilizou alguns critérios, buscando garantir que os alimentos chegariam até famílias que estivessem com seus recursos realmente limitados. “São todas pessoas que moram por aqui, e fizemos uma triagem para ter certeza de que  não estavam recebendo auxílio emergencial ou cadastradas em nenhum programa do governo ou da prefeitura para que essas doações pudessem alcançar quem realmente está precisando de ajuda”, explicou Rafael. 
Quem foi ao mercado receber a doação não escondia a diferença que os alimentos farão. Vizinha da feira, a autônoma Patricia Santos, 33 anos, foi cedo buscar seu kit. “Veio verdura, tempero e até fruta que vou usar para fazer suco”, disse. 

Boa hora
Sem conseguir trabalhar por conta do isolamento, a moradora do Jardim Cruzeiro conta que a doação veio em boa hora “Vai ajudar bastante porque geralmente quando tem doação vem cesta básica, o que é ótimo, mas falta aquele complemento, né? Então, valeu muito ter ido buscar o kit”, completou. As sacolas com chuchu, batata, abóbora  e outros legumes e verduras foram montadas com a contribuição de vários dos feirantes do Mercado. 

Uma das que ajudou doando parte de seus produtos para os kits, a feirante Marinelia Bispo acredita que a campanha não ajuda só quem recebe as doações, mas o mercado como um todo: “Serve também para que o pessoal conheça o mercado, acaba trazendo mais gente para cá, e ainda conseguimos ajudar, fazer a diferença de alguma forma”. 

A doação realizada nesta quarta não é novidade para os feirantes do Jardim Cruzeiro. Apesar de o mercado existir há pouco mais de um ano (foi inaugurado pela prefeitura em maio de 2019), quem trabalha por lá já está junto há mais de quinze. “A gente montava a feira neste mesmo endereço, mas do lado de fora, onde hoje é o estacionamento. Todo mundo  sempre teve costume de doar”, disse Rafael.

 As doações  acontecem todas as semanas  desde 2005, mas a campanha realizada desta vez entregou as mercadorias para moradores da comunidade diretamente pela primeira vez.
 “A gente sempre fez as doações para abrigos, igrejas, instituições que acabavam usando os alimentos para fazer sopões que eram distribuídos nas ruas. Agora veio a ideia dos kits”, detalhou Nilton Goes da Silva, presidente da associação que nasceu há dois anos para formalizar e organizar melhor também as doações.  

O espírito solidário antigo vai, segundo os comerciantes, seguir sendo alimentado. “A gente também acaba recebendo doações de outros materiais. Já recebemos de máscaras, que foram distribuídas entre os feirantes e também para a comunidade, de sandálias. Acaba chegando coisas pra gente também”, contou Marinelia. A ideia da associação é repetir a campanha e montar novos kits de alimentos para doação já no mês de agosto.

*Com orientação da subeditora Clarissa Pacheco 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas