Astro do K-pop acusado de estupro pode ser condenado a sete anos de prisão

em alta
13.11.2019, 20:06:00
Atualizado: 13.11.2019, 20:23:29

Astro do K-pop acusado de estupro pode ser condenado a sete anos de prisão

Jung Joon-young é suspeito de participar de um estupro coletivo e por gravar ilicitamente e compartilhar as imagens do crime

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


Astro do K-pop Jung Joon-young é preso em escândalo sexual
(Foto: JUNG Yeon-Je / AFP)

O cantor de K-pop Jung Joon-young pode ser condenado a sete anos de prisão na Coreia do Sul por sua atuação em um estupro coletivo e por gravar ilicitamente e compartilhar as imagens do crime, segundo informações do site da Newsweek.

A promotoria sugere também que outro cantor, Choi Jong-hoon, da banda F.T. Island, cumpra cinco anos de detenção por envolvimento na agressão sexual registrada em março de 2016, de acordo com relatos do site de notícias sul-coreano Soompi.

Os dois artistas e três outros estão sendo julgados por supostamente estuprar e filmar uma mulher enquanto ela estava desmaiada em uma festa dentro de um quarto de hotel, em março de 2016. Em junho, Jung admitiu ter feito sexo com a mulher, mas negou o estupro. Choi negou todas as acusações e disse que não fez sexo com a mulher, segundo a Agência de Notícias Yonhap.

Na quarta-feira, os promotores pediram acusações formais contra todos os cinco suspeitos, incluindo tempo de prisão que varia de 5 anos a 10 anos para os envolvidos. Os promotores também recomendaram que eles sejam proibidos de trabalhar com menores de idade por dez anos e que passem por reabilitação por crimes sexuais, disse o Soompi.

"Os pedidos foram feitos considerando a natureza dos crimes e que os acordos não foram alcançados com as vítimas", disseram os promotores.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/5-filmes-que-voce-deve-assistir-para-apreciar-as-trilhas-de-ennio-morricone/
Compositor, que morreu aos 91 anos, era grande nome da música no cinema
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rapper-baiano-hiran-lanca-segundo-disco-galinheiro/
Disco tem participações especiais de Tom Veloso, Majur e outros artistas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/serie-baiana-que-revela-salvador-sombria-ja-esta-disponivel-no-amazon-prime/
Produção tem roteiro e direção de Julia Ferreira, baiana que estudou cinema em Londres e Madri
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/netos-de-luiz-gonzaga-divulgam-nota-de-nojo-por-uso-de-musica-em-live-de-bolsonaro/
Jair Bolsonaro convidou o presidente da Embratur para tocar durante a live da última quinta
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/moradores-da-lapinha-falam-ao-contrario-e-tem-um-dialeto-o-gualin/
Há meio século, falar ao contrário é considerado sinal de pertença para os moradores “raiz” do bairro da Lapinha
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/elza-soares-aos-90-e-cheia-de-projetos/
Cantora lança releitura de 'Juízo Final' e faz live neste sábado (4), com participação de Flávio Renegado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/como-tratar-a-dor-da-chikungunya-entenda-fases-da-doenca/
Registro de casos aumentou 440% na Bahia nos últimos seis meses; sintoma pode se tornar crônico e durar anos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cheias-de-bossa-bebel-gilberto-lanca-parceria-com-martnalia/
Confira também o clipe Hipnose, de Larissa Luz, e a canção Caxixi, de Mariene de Castro
Ler Mais