Atriz recebe R$ 168 milhões por dano cerebral após comer pretzel nos EUA

mundo
13.04.2021, 11:43:00
(Reprodução)

Atriz recebe R$ 168 milhões por dano cerebral após comer pretzel nos EUA

Chantel Giacalone sofreu choque anafilático; família diz que socorro demorou

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A atriz Chantel Giacalone, de "Efeito Borboleta 3", foi indenizada em US$ 29,5 milhões (cerca de R$ 168 milhões), com sua família, pelos danos cerebrais que sofreu depois de comer um pretzel nos bastidores de um desfile e demorar para ser atendida. 

O caso foi em 2013. Na época, Chantel tinha 27 anos e sofreu um choque anafilático ao comer o pretzel. Ela perdeu a fala e os movimentos em consequência e hoje se comunica apenas com os olhos.

"Pelo menos teremos como cuidar da minha filha. Fico feliz por isso", afirmou o pai da atriz, Jack Giacalone. As informações são do Las Vegas Review-Journal.

Segundo os representantes de Chantel, a atriz ficou muitos minutos sem receber oxigênio no cérebro após sofrer o choque e o atraso no atendimento da MedicWest, empresa responsável pelos primeiros socorros no desfile, foi crucial.

A atriz participava do desfile e no intervalo foi comer o pretzel que desencadeou tudo. Segundo a defesa, dois médicos que estavam presentes no Mandalay Bay South Convention Center não prestaram socorro adequado para reações alérgicas. Eles também não tinham medicamentos necessários para essa emergência.

Os advogados da MedicWest alegam que o estado de Chantel era irreversível e nem a empresa nem os médicos tiveram culpa, pois nada poderia ser feito.

O pai de Chantel disse que vai usar o dinheiro para comprar uma casa adequada e melhorar a estrutura de cuidados oferecidos à filha.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas