Bahia completa um mês sem jogar; veja desempenho tricolor em 2020

e.c. bahia
14.04.2020, 12:43:00
Atualizado: 15.04.2020, 21:31:09
Bahia estava bem na Copa do Nordeste, Sul-Americana e Baianão até a paralisação do futebol (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Bahia completa um mês sem jogar; veja desempenho tricolor em 2020

Última vez que o Esquadrão esteve em ação foi na vitória por 2x0 sobre o América-RN

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A torcida do Bahia já está morrendo de saudade de ver o Tricolor em ação. Não é para menos. Nesta terça-feira (14), o Esquadrão completa um mês que entrou em campo pela última vez. 

No dia 14 de abril, o Bahia venceu o América-RN, por 2x0, na Arena das Dunas, em Natal, em jogo válido pela sétima rodada da Copa do Nordeste. Élber e Juninho Capixaba marcaram os gols do triunfo. 

Naquele momento, o jogo foi disputado com portões fechados como punição imposta ao América-RN, mas já se falava na possibilidade de não ter torcedores nas arquibancadas ou adiamento do duelo por conta da pandemia do novo coronavírus. 

Não demorou muito e a medida se concretizou. Três dias depois da partida, em 17 de março, Copa do Nordeste e Campeonato Baiano anunciaram a inturrupção dos torneios. Sem jogos, o Bahia também suspendeu as atividades um dia depois. Inicialmente a paralisação no Tricolor iria até o dia 30 de março, mas com o avanço da doença em todo o país, os jogadores receberam férias coletivas de 20 dias a partir de 1º de abril.

Para matar um pouco da saudade do torcedor, o CORREIO lembra como foi o desempenho do Bahia até a paralisação do futebol no Brasil. 

Campeonato Baiano 
Em 2020 o Bahia decidiu disputar o Baianão com o time de aspirantes, e fez bonito na primeira fase do estadual. Sob o comando de Dado Cavalcanti, o Esquadrão não perdeu um só jogo. 

Em sete jogos, o time conquistou quatro triunfos e três empates. A campanha teve direito a vitória no clássico contra o Leão, no Barradão, com gol no último minuto de jogo. 

Os 15 pontos conquistados deixaram o Bahia com a classificação bem encaminhada faltando dois jogos para o fim da primeira fase. 


Copa do Nordeste
Com o time principal focado nas outras competições, o Bahia também não estava fazendo feio na Copa do Nordeste. Faltando apenas um jogo para o fim da primeira fase, o Tricolor já estava classificado para a fase quartas de final e disputava palmo a palmo a liderança do grupo A com o Fortaleza. 

Os dois times terminaram a sétima rodada empatados com 14 pontos, mas os cearenses levam a vantagem no saldo de gols: 6x5. Em sete jogos, o Bahia venceu quatro, empatou duas e sofreu uma derrota, justamente no clássico com o Vitória, na Fonte Nova. 

Copa do Brasil 
Mas nem tudo foram flores para o Bahia nos três primeiros meses do ano. Apesar de tratar a Copa do Brasil como prioridade pela importância técnica e financeira, o Esquadrão fracassou no toneio. O time foi eliminado ainda na primeira fase ao ser derrotado por 1x0 pelo modesto River-PI, no estádio Albertão, em Teresina. 

O gol que sacramentou a eliminação tricolor saiu aos 42 minutos do segundo tempo e desencadeou uma pequena crise no clube. Logo na sequência, o Bahia perdeu o clássico para o Vitória, pela Copa do Nordeste, colocando fim a uma invencibilidade de 12 jogos diante do rival.

Criticado nas duas partidas, o goleiro Douglas perdeu a condição de titular pela primeira vez desde que chegou ao clube e viu Anderson assumir o posto. 

Copa Sul-Americana
A volta por cima do Bahia veio na Copa Sul-Americana, outro torneio muito almejado pelos tricolores. Dessa vez, o Esquadrão não deu chance para o azar e despachou o Nacional-PAR na primeira fase da competição. 

No somatório das duas partidas, o Bahia conseguiu fazer 6x1 nos paraguaios (3x0 na Fonte Nova e 3x1 em Assunção, capital do Paraguai). 

Classificado, o Bahia conhecerá o adversário na segunda através de sorteio que vai ser realizado pela Conmebol. Para isso, é necessário esperar o fim da fase de grupos da Copa Libertadores, que indicará outras oito equipes classificadas para a Sula. 

No momento, todas as competições estão paralisadas por conta da pandemia do novo coronavírus e ainda não há uma definição sobre o retorno dos campeonatos estaduais e o início do Brasileirão. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas