Bahia empata com o Liverpool e é eliminado da Copa Sul-Americana

e.c. bahia
21.02.2019, 21:11:00
Atualizado: 21.02.2019, 23:04:24
Shaylon é marcado de perto por Federico Martínez, do Liverpool (Dante Fernandez / AFP)

Bahia empata com o Liverpool e é eliminado da Copa Sul-Americana

Tricolor domina o jogo, mas não consegue estufar a rede em Montevidéu

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Faltou eficiência. O Bahia dominou a partida e produziu as principais jogadas, mas não teve competência para estufar a rede. O tricolor precisava vencer e amargou um empate sem gols com o Liverpool, nesta quinta-feira (21), no estádio Luis Franzini, em Montevidéu, no Uruguai. 

O sonho de buscar a taça da Copa Sul-Amerciana acabou precocemente. O resultado determinou a eliminação do time baiano na primeira fase do torneio porque havia perdido o jogo de ida por 1x0, na Fonte Nova. No ano passado, o Bahia empolgou a torcida ao chegar às quartas de final. Saiu diante do campeão Atlético-PR.   

O time da casa teve a primeira oportunidade do jogo logo aos 6 minutos, quando Gustavino cobrou falta e exigiu defesa do goleiro Douglas. A partir daí, o Bahia cresceu. Criou chances em um chute de Douglas Augusto de fora da área, que o goleiro Jorge Bava defendeu dando rebote e Shaylon não conseguiu aproveitar, e também em uma jogada individual de Artur pela direita. Ele tentou o cruzamento para Gilberto, mas Bava ficou com a bola outra vez. 

Apesar de dominar o jogo, o Bahia tinha dificuldade para vencer a forte marcação do Liverpool e penetrar na área rival. Após mais de 20 minutos sem chutar a gol, o tricolor arriscou de fora da área com Gregore, que mandou uma bomba, só que para fora. Depois, Moisés fez o mesmo pelo lado esquerdo, e Bava defendeu. 

Nos primeiros segundos da etapa final, susto para o goleiro Douglas. Martínez invadiu a área, ficou de cara para a meta e chutou para fora. O Bahia respondeu com Moisés, que aproveitou uma sobra na entrada da área e chutou no centro do gol, facilitando o trabalho do goleiro. Pouco tempo depois, Jackson cobrou falta no capricho e acertou a trave do Liverpool.

A falta foi a melhor investida tricolor do segundo tempo. Na tentativa de mudar o panorama, o técnico Enderson Moreira colocou Élber no lugar de Artur e, depois, Guilherme no lugar de Gilberto, que pediu para sair. O centroavante fez falta ao time. Muito depois, aos 38 minutos, Ramires avançou pela esquerda e tentou jogada individual. Ao driblar o marcador, caiu na área pedindo pênalti, que a arbitragem não marcou.

Após 180 minutos sem conseguir fazer um gol, o Esquadrão dá adeus a uma das cinco competições que disputará em 2019. Restam Campeonato Baiano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série A.

O elenco não retorna para Salvador. Treina sexta (22) pela manhã em Montevidéu e viaja à tarde para Fortaleza, onde enfrenta o time homônimo no domingo (24), às 19h, pela Copa do Nordeste, no estádio Castelão. Já regularizado, o atacante Arthur Caike pode estrear.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas