Bahia encara jogo de risco na estreia da Copa do Brasil, hoje

e.c. bahia
13.02.2019, 05:00:00
Se Douglas não sofrer gols, o Bahia avançará à segunda fase da Copa do Brasil (Felipe Oliveira / EC Bahia)

Bahia encara jogo de risco na estreia da Copa do Brasil, hoje

Tricolor enfrenta o Rio Branco, às 22h30 (horário da Bahia), na Arena da Floresta

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A primeira missão nacional do Bahia na temporada é de risco. O jogo desta quarta-feira (13) contra o Rio Branco definirá a permanência ou eliminação tricolor na Copa do Brasil. A estreia azul, vermelha e branca no torneio será às 22h30 (horário da Bahia), na Arena da Floresta, na cidade de Rio Branco, no Acre.

A primeira fase da competição é disputada em jogo único. Melhor posicionado no ranking da CBF, o Bahia atua como visitante, mas tem a vantagem do empate. Depois de enfrentarem 3.329 km para chegarem à capital do Acre, os jogadores querem amenizar o desgaste da viagem com um triunfo.   

“É um jogo difícil, partida única. A gente tem um pouco de vantagem, que é um empate, mas não podemos pensar nisso. Temos totais condições de vencer o jogo”, afirmou o atacante Élber. 

A última vez que as equipes se enfrentaram na Arena da Floresta foi na Série C do Campeonato Brasileiro de 2007. Naquele 30 de setembro, o time do Acre levou a melhor: 3x2. Juliano Cesar, Marcelo Braz e Ley construíram o placar. Moré e Nonato descontaram para o tricolor. Apesar da derrota, o Bahia conquistou o acesso à Série B posteriormente e o Rio Branco não.   

Lembrança amarga
No ano seguinte, em 2008, o Bahia amargou a pior campanha dos últimos anos na Copa do Brasil. Treinado por Paulo Comelli, o Esquadrão foi eliminado na primeira fase pelo Icasa. Naquele ano, a rodada inicial do torneio ainda era disputada em duas partidas.´

O tricolor perdeu o jogo de ida por 3x2 no estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte. Marciano marcou duas vezes e Clodoaldo completou. Pantico e Charles diminuíram. Na volta, empate em 2x2 no Jóia da Princesa, em Feira de Santana, com gols de Pantico e Fausto para o Bahia. Tiago e Esquerdinha garantiram o avanço da equipe cearense.

No ano passado, já sob o comando de Enderson Moreira, o Bahia foi eliminado nas quartas de final pelo Palmeiras, após empate em 0x0 e derrota por 1x0. No que depender do treinador, o Bahia terá muitas decisões dentro dessa edição da Copa do Brasil. “Vamos enfrentar uma decisão e estamos nos preparando da melhor maneira para isso. Nosso pensamento é sempre decidir, ter jogos importantes”.

O Bahia deve começar o jogo com Douglas, Nino, Jackson, Lucas Fonseca e Moisés; Gregore e Douglas Augusto; Artur, Shaylon (Guilherme) e Élber; Gilberto.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas