Bahia goleia o líder Jacuipense e se afasta da zona de rebaixamento do Baianão

e.c. bahia
12.03.2022, 17:52:00
Tricolor conquistou o segundo triunfo no Baianão e se afastou da zona de rebaixamentoi do estadual (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Bahia goleia o líder Jacuipense e se afasta da zona de rebaixamento do Baianão

Tricolor tirou o 100% do leão do Sisal e voltou a vencer no estadual

O Bahia conseguiu respirar no Campeonato Baiano. E olha, o triunfo que tirou o tricolor do sufoco veio em grande estilo. Na tarde deste sábado (12), o Esquadrão não tomou conhecimento do líder Jacuipense e venceu por 4x1, na Fonte Nova. 

O triunfo tricolor foi construído ainda no primeiro tempo. Luiz Otávio, Marco Antônio e Patrick anotaram os gols do Bahia, enquanto Júlio descontou para o Jacuipense após falha do goleiro Matheus Teixeira. Na segunda etapa, Rodallega ampliou para o Bahia. 

O resultado fez o Bahia chegar aos 9 pontos. O tricolor se afastou da zona de rebaixamento e agora ocupa a 5ª colocação, com dois pontos a menos do que o Barcelona de Ilhéus, que está no G4. O Esquadrão, no entanto, pode perder posições no complemento da rodada. 

O Jacuipense conheceu a sua primeira derrota no Baianão e perdeu o 100% de aproveitamento, mas o Leão do Sisal lidera o torneio com 21 pontos e já está garantido na semifinal.

Na última rodada, o bahia recebe o Vitória da Conquista, na Fonte Nova. Já o Leão do Sisal encara o Atlético de Alagoinhas. 

DOMÍNIO TRICOLOR
Pressionado por um triunfo, o técnico Guto Ferreira promoveu apenas uma mudança na equipe. O volante Patrick voltou ao time na vaga de Willian Maranhão, que ficou como opção no banco. Rezende e Daniel formaram o restante do meio-campo. 

Quando a bola rolou, o que se viu foi um Bahia que tentava se impor, mas tinha dificuldade para articular as jogadas. Enquanto isso, o Jacuipense  se mostrava bem tranquilo no duelo. Se estava difícil levar perigo com a bola no chão, o Esquadrão decidiu apostar no jogo aéreo. Deu certo. 

Aos 15 minutos, Marco Antônio cobrou falta na área e o zagueiro Luiz Otávio chegou com estilo e de perna direita completou para o fundo das redes, abrindo o placar para o Bahia na Fonte Nova.

A vantagem animou os tricolores e forçou o Jacuipense  a buscar o ataque. O empate do Leão do Sisal quase saiu aos 25 minutos. Vinícius Amaral fez fila na defesa do Bahia, mas de cara com o goleiro Matheus Teixeira ele finalizou mal e mandou para fora. 

A partir dos 30 minutos, o duelo ganhou emoção. Mais presente no ataque, o Bahia tentou pressionar a defesa do Jacuipense. Na tabela com Daniel, Luiz Henrique invadiu a área e chutou forte, mas o goleiro Mota mandou para escanteio. No lance seguinte, Daniel roubou a bola da defesa e bateu colocado. A bola passou tirando tinta. 

O Esquadrão parecia cada vez mais perto do segundo tento, mas aí veio o banho de água fria. Aos 34 minutos, Danilo Rios fez o lançamento, o goleiro Matheus Teixeira saiu errado na tentativa de afastar o perigo e a bola sobrou para Júlio, livre e com o gol vazio, decretar o empate do Jacuipense na Fonte Nova. 

A alegria do time de Riachão durou pouco, três minutos para ser mais exato. Aos 37, Daniel descolou belo lançamento para Marco Antônio pelo lado esquerdo. O camisa 11 pegou de primeira e anotou um golaço, recolocando o Bahia na frente.

Antes do fim do primeiro tempo ainda deu tempo do tricolor marcar mais um. Aos 45 minutos,  a defesa do Jacupa bloqueou o chute de Marco Antônio, mas Patrick aproveitou a sobra e tocou na saída do goleiro Mota: Bahia 3x1.

FECHOU O CAIXÃO 
O Bahia voltou do intervalo sem mudanças, mas querendo aproveitar o bom momento. Sempre presente no campo de ataque, o Esquadrão explorava o lado esquerdo para tentar levar perigo ao gol de Mota.  O quarto gol só não saiu logo nos primeiros minutos porque o árbitro marcou impedimento. 

Enquanto isso, o Jacuipense tentava ter o controle do meio-campo para buscar uma reação. Apesar dos avanços na zona intermediária, o time do interior tinha dificuldade para quebrar a defesa do Esquadrão arriscava chutes de fora da área. Quando conseguiu penetrar, o chute do lateral Railan explodiu na trave. Na volta, Luiz Henrique afastou.  

Para tentar mudar o panorama, Guto decidiu mexer no time e colocou o atacante Ronaldo na vaga de Raí. A mudança surtiu efeito. Aos 31 minutos, Ronaldo recebeu passe de Marco Antônio, invadiu a área e cruzou rasteiro para Rodallega deixar o dele e marcar o quarto gol do Bahia. 

Os minutos finais da partida foram de um duelo aberto, com chance para os dois lados. Mas o tempo foi passando, o placar não mudou mais e o Bahia aguardou apenas o apito final para comemorar o triunfo na Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA

Bahia 4x1 Jacuipense - Campeonato Baiano (8ª rodada)

Bahia: Matheus Teixeira, Borel, Ignácio, Luiz Otávio e Luiz Henrique; Patrick, Rezende (Mugni) e Daniel (Djalma); Raí (Ronaldo), Rodallega (Marcelo Ryan) e Marco Antônio (Matheus Bahia). Técnico: Guto Ferreira. 

Jacuipense: Mota, Railan, Wesley, Cabral e Evandro (Radar); Fábio Bahia (Newton), Vinícius Amaral (Eudair) e Danilo Rios; Ruan Levine, Jeam (Júlio) (Jeferson) e Robinho. Técnico: Rodrigo Chagas.

Local: Fonte Nova
Gols: Luiz Otávio, aos 15 minutos, Júlio, aos 34, Marco Antônio, aos 37, Patrick, aos 45 do do 1º tempo, e Rodallega, aos  31 minutos do 2º tempo
Cartão amarelo: Evandro
Público pagante: 3.592
Renda: R$ 40.552,00
Arbitragem: Ricarle Gustavo Gonçalves, auxiliado por Edevan Oliveira Pereira e José Carlos Oliveira dos Santos

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas