Bahia Marina inicia obra que promete devolver areia à praia da Preguiça

salvador
17.10.2012, 09:20:00
Atualizado: 17.10.2012, 09:32:47

Bahia Marina inicia obra que promete devolver areia à praia da Preguiça

Estacas da obra já estão colocadas na área da Marina. Reforma vai criar mais 200 vagas para embarcações

Alexandro Mota
alexandro.silva@redebahia.com.br

As obras de construção da segunda etapa do complexo Bahia Marina começaram timidamente, mas em breve quem passar pela região do Comércio verá um novo quebra-mar de 330 metros que será erguido na Baía de Todos os Santos nos próximos oito meses. As estacas, fincadas na semana passada e já visíveis em frente ao restaurante Amado, apontam onde ficará a fortaleza, que após construída deve resolver o problema de deslocamento da areia da praia da Preguiça.



Após a conclusão desse novo quebra-mar, dez meses serão necessários para a ampliação do que já existe. O empreendimento, com essa construção, pretende aumentar a proteção da bacia de atracação, o que deve permitir o abrigo de mais 200 embarcações (atualmente há vagas para 400 embarcações).
Para o empresário Jorge Pereira, 42, frequentador assíduo do complexo, a Bahia está carente de iniciativas de grande porte. “É  uma boa notícia essa do crescimento desse espaço, espero só que as obras não atrapalhem a rotina dos restaurantes e das lojas”, diz Pereira.

O diretor da Bahia Marina, Reynaldo Loureiro, tranquiliza os frequentadores  garantindo que tudo foi planejado para que as obras não atrapalhem as atividades. “A obra já era prevista no plano inicial da Bahia Marina, estamos agora fazendo uma nova etapa que coloca o espaço nos padrões internacionais e já prevendo crescimento da demanda. Não podemos esperar lotar todas as vagas para iniciar o processo. Além disso, faltam vagas para embarcações maiores, de 60, 70 pés, e poderemos atender um pouco dessa necessidade”, avalia Reynaldo. Um heliponto também está previsto no projeto, estimado em
R$ 8 milhões.

Areia
As obras, porém, preocupam moradores da região. “Quando construíram esse primeiro quebra-mar começou a ir embora a areia da praia e perdemos nosso espaço de lazer”, reclama um morador do local que prefere não se identificar. “Lembro que a praia da Preguiça antes era concorrida para tomar banho de tanta gente que vinha; hoje, para nos divertir, temos que ir para a Barra, para outros lugares”, completa um catador de material reciclável.

Segundo a direção da Bahia Marina, apesar de essa não ser uma condicionante para a liberação das licenças junto ao Ibama, Capitania dos Portos e da Área de Proteção Ambiental Baía de Todos os Santos, o complexo vai revitalizar a praia da Preguiça, inclusive recompondo a faixa de areia que se deslocou. Para isso, será utilizada areia da própria praia (que se deslocou para a frente do restaurante Amado), por recomendação do Ibama. “Vamos fazer uma enquete com a comunidade para saber que tipo de equipamento podemos colocar no local para ajudar no lazer. Durante a obra de recomposição da areia, alugamos a quadra do Clube dos Bancários para atender à comunidade  que usa a areia da praia para se divertir”, afirma Loureiro.

Homem que mora na praia da Preguiça diz que não incomoda
“Moro aqui há muitos anos e não incomodo ninguém”. A afirmação é de um homem conhecido como Rasta, que sem ter para onde ir, vive em uma barraca que montou na praia da Preguiça. A moradia improvisada dele é a única que a equipe de reportagem viu ontem no local, dez meses depois de o CORREIO mostrar, em uma série de matérias, que a praia da Preguiça havia se transformado em moradia para diversas pessoas.

Em dezembro do ano passado, havia oito barracas montadas no local e pelo menos oito pessoas viviam ali. Os moradores da região reclamavam de que moradores de rua se misturavam a usuários de drogas e traficantes que ameaçavam a segurança dos transeuntes, além de fazerem suas necessidades fisiológicas e transarem livremente no local sob argumento de que ali era um “lugar público”. Dois dias depois da publicação da primeira reportagem, a prefeitura tirou as barracas do local, mas os moradores permaneceram. Em nova reportagem, quatro meses depois, as barracas já estavam novamente montadas. A praia da Preguiça é vizinha do Porto Trapiche e do restaurante Amado, um dos mais sofisticados da cidade.


Uma pessoa ainda mora na areia da praia, localizada no Comércio


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mae-de-ex-bbb-morre-dez-dias-apos-descobrir-cancer-no-pulmao/
"Me pergunto como será seguir a vida sem sua existência", escreveu Nayara
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/primeiro-trailer-oficial-do-filme-da-turma-da-monica-e-liberado-veja/
A trama se desenvolverá a partir do desaparecimento de Floquinho
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/conheca-revelacao-do-sertanejo-que-e-considerada-a-nova-marilia-mendonca/
Maria Clara já fez parcerias com artistas como Aldair Playboy, Gabriel Diniz e Jonas Esticado
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mente-sa-corpo-sao/
Práticas integrativas, alternativas e complementares à medicina tradicional auxiliam na prevenção e tratamento de doenças
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/filho-de-pm-e-morto-apos-discussao-por-conta-de-bar-em-feira-veja-video/
Estudante de Direito, vítima trabalhava há três anos como segurança
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/time-sub-23-do-vitoria-se-apresenta-na-toca-para-disputar-baianao/
Equipe tem velhos conhecidos como Caíque, Cedric, Nickson e atacante Luan
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vale-a-pena-investir-na-toyota-hilux-flex/
Confira um vídeo que analisa a versão bicombustível da picape média mais vendida
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/filipina-e-escolhida-como-miss-universo-2018-veja-fotos/
Coroação aconteceu na madrugada deste domingo
Ler Mais