Bahia não registra mais pontos de manifestação de caminhoneiros 

bahia
31.05.2018, 19:00:50
Atualizado: 31.05.2018, 20:08:10

Bahia não registra mais pontos de manifestação de caminhoneiros 

Estradas estaduais e federais estão liberadas, mas seguem sendo monitoradas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Depois de dez dias de greve dos caminhoneiros e operações envolvendo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Secretaria da Segurança Pública (SSP) e Exército, não há mais rodovias, tanto estaduais quanto federais, bloqueadas na Bahia.

O feriado desta quinta-feira (31), de Corpus Christi, foi com trânsito livre e pouco movimento nas ruas e rodovias. No entanto, tanto a SSP quanto o Exército continuam a monitorar as estradas para impedir novas formações de bloqueio.

O Exército ainda está escoltando caminhões-tanque que vão abastecer o Aeroporto Internacional de Salvador, porém o acompanhamento de outras cargas não está sendo mais necessário. 

Sem engarrafamento
O feriado foi tranquilo para quem deixou a capital baiana. Não houve registro de engarrafamento na BR-324, apenas de fluxo intenso. Quem foi em busca das praias do Litoral Norte também não encontrou engarrafamento na BA-099. 

O movimento também foi fraco na Rodoviária de Salvador. Segundo a coordenadoria de fiscalização da Agerba (agência que regula os serviços de transporte na Bahia), não foi necessária a disponibilização de horários extras diante da demanda de passageiros.

O dia teve ainda cinco cancelamentos de viagens por falta de combustível de empresas de menor porte que circulam pela Região Metropolitana com destino a Candeias e Camaçari. 

No Aeroporto, o dia também foi tranquilo. Não houve registros de cancelamentos de voos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas