Bahia perde chances, só empata com o Santos e segue beirando o Z4

e.c. bahia
11.09.2021, 22:52:00
Atualizado: 11.09.2021, 22:54:01
Gilberto perdeu uma chance clara e Bahia ficou no 0x0 com o Santos (Foto: Bruno Queiroz/EC Bahia)

Bahia perde chances, só empata com o Santos e segue beirando o Z4

Tricolor teve time ofensivo, mas ficou no 0x0, na Vila Belmiro

Na luta para se distanciar da zona de rebaixamento, o Bahia vai voltar de São Paulo com um ponto na bagagem. Na noite deste sábado (11), o tricolor ficou no 0x0 com o Santos, na Vila Belmiro, em jogo válido pela 20ª rodada do Brasileirão. 

Em um duelo bastante disputado, o Bahia criou boas chances no primeiro tempo, mas faltou pontaria para abrir o placar. O resultado deixa o Esquadrão a apenas um ponto do Z4. O time baiano soma 22 pontos, enquanto o América-MG, 17º colocado, tem 21. 

O próximo compromisso do tricolor no Brasileirão será no sábado (18), quando recebe o Red Bull Bragantino, às 21h, no estádio de Pituaçu.

Primeiro tempo
Em busca da segunda vitória consecutiva, o técnico Diego Dabove colocou o Bahia pra frente e escalou o tricolor com quatro atacantes. Além dos centroavantes Rodallega e Gilberto, Ruiz ficou com a vaga de Rossi na direita e o argentino Isnaldo estreou pela esquerda. No gol, Mateus Claus substituiu Teixeira, suspenso. 

Com o time mais ofensivo, o Bahia iniciou a partida tentando sufocar o Santos no campo de defesa. Com a marcação alta, o Esquadrão buscava trabalhar as jogadas pelos lados do campo. Enquanto Isnaldo e Ruiz fechavam os espaços na hora da marcação, Rodallega era quem voltava para buscar a bola no meio-campo. 

Aos poucos o Santos passou a se soltar e o jogo ficou equilibrado, com muitas disputas no meio-campo e poucas chances claras de gol. Quando conseguiu encontrar o espaço, por muito pouco o Bahia não abriu o placar. 

Aos 25 minutos, Rodallega escapou em velocidade no contra-ataque e deu passe açucarado para Gilberto. De cara com o goleiro, o camisa 9 se atrapalhou e não conseguiu finalizar para o gol. Minutos depois foi a vez de Isnaldo arriscar de fora da área e levar perigo ao gol de João Paulo.

Enquanto Claus praticamente não sofreu sustos na primeira etapa, o ataque tricolor seguiu tentando penetrar na defesa santista, mas passou em branco no primeiro tempo. 

Segundo tempo
O Bahia voltou para a segunda etapa com o mesmo time, mas foi o Santos que começou marcando presença no ataque. Aos sete minutos Pirani foi derrubado por Ruiz na entrada da área. Na cobrança de Carlos Sánchez, Claus desviou e a bola ainda acertou o travessão.

Com poucos jogadores no meio-campo, o Bahia começou a ter dificuldade para ficar com a bola. Para tentar ajustar o time, Dabove promoveu as entradas de Raniele e Patrick nas vagas de Isnaldo e Lucas Araújo. 

Apesar das mudanças, quem voltou a aparecer bem no ataque foi o Santos. Marcos Guilherme recebeu quase na marca do pênalti e bateu colocado, mas a bola foi para fora. 

Sem conseguir incomodar o Santos, Dabove partiu para a cartada final e colocou o meia Rodriguinho, o volante Luizão e o lateral Matheus Bahia no jogo. As mudanças deixaram o meio-campo tricolor mais povoado, mas o Esquadrão passou a se defender e buscar o contra-ataque.

Já aos 48 minutos, Rodriguinho recebeu o cruzamento de Rodallega, mas com o gol vazio mandou para fora. Foi a última tentativa do tricolor, que ficou mesmo no empate por 0x0, na Vila Belmiro.
 

FICHA TÉCNICA

Santos 0x0 Bahia - Campeonato Brasileiro (20ª rodada)

Santos: João Paulo, Pará, Robson Reis (Danilo Boza), Wagner Leonardo e Felipe Jonatan; Camacho, Gabriel Pirani (Jean Mota) e Carlos Sánchez; Marcos Guilherme (Marinho), Léo Batistão (Raniel) e Lucas Braga. Técnico: Fábio Carille. 

Bahia: Mateus Claus, Nino Paraíba, Germán Conti, Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Lucas Araújo (Patrick), Lucas Mugni (Matheus Bahia), Ruiz e Isnaldo (Raniele); Rodallega e Gilberto. Técnico: Diego Dabove.

Estádio: Vila Belmiro (Santos-SP)
Cartões amarelos: Lucas Braga (Santos);  Isnaldo, Raniele (Bahia)
Arbitragem: Paulo César Zanovelli da Silva, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Felipe Alan Costa de Oliveira (trio de Minas Gerais)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas