Bahia protesta após gol anulado pelo VAR: ‘Da vergonha para o escândalo’

e.c. bahia
06.01.2021, 23:52:00
Atualizado: 06.01.2021, 23:52:59
Árbitro de vídeo viu impedimento de Gilberto neste lance e anulou o gol do Bahia (Reprodução Premiere)

Bahia protesta após gol anulado pelo VAR: ‘Da vergonha para o escândalo’

Clube reclama de lance ocorrido na derrota contra o Grêmio

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O gol de Gilberto anulado após revisão polêmica do árbitro de vídeo, durante a derrota por 2x1 para o Grêmio nesta quarta-feira (6), fez o Bahia protestar de maneira dura após o jogo em Porto Alegre.

Em postagem feita no Twitter, o clube juntou imagens do lance e, junto com elas, afirmou que “a arbitragem brasileira vai saindo da vergonha para o escândalo”.

O protesto completo diz o seguinte: “Em outubro, a Comissão de Arbitragem admitiu erro na utilização do VAR em um lance de impedimento. Hoje, mais uma vez, gol anulado com frame errado, linhas horizontais sobrepostas e linhas verticais equivocadas. A arbitragem brasileira vai saindo da vergonha para o escândalo”.

O técnico Dado Cavalcanti também criticou a decisão do árbitro de vídeo Caio Max Viana em anular o gol marcado pelo camisa 9 no primeiro tempo, quando a partida estava 1x0 para o time da casa. Segundo o treinador, o detalhe da anulação prejudicou a atuação do Bahia.

“Se faz necessário vir na (entrevista) coletiva e comentar sobre a arbitragem. Fiquei surpreso ao saber do gol anulado. Penso que em uma condição de um VAR, que é um investimento da CBF, e a gente conta com toda segurança de que os jogos não sejam decididos na interpretação ou erro humano. Nós não entendemos ainda todo o contexto que gerou o lance. Não queremos vantagem na utilização do VAR, mas ao meu modo de ver, e das pessoas que estavam ao meu lado, o lance do Gilberto foi normal. Não entendemos que Gilberto estava à frente”, disse Dado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas