Baiano que teve a mão pisada por Ferrugem registra B.O. contra cantor

em alta
26.06.2019, 18:07:17
Atualizado: 26.06.2019, 18:45:44
Agressão ocorreu durante show em Senhor do Bonfim (Foto: Divulgação)

Baiano que teve a mão pisada por Ferrugem registra B.O. contra cantor

Mecânico compartilhou vídeo com momento em que ídolo o agrediu em Bonfim

O mecânico Aerton Bonieck, 28 anos, fã que teve a mão pisada pelo cantor Ferrugem durante um show em Senhor do Bonfim, no Centro Norte baiano, registrou um boletim de ocorrência contra o artista. As informações foram divulgadas pelo colunista Leo Dias.

No Instagram, Aerton desabafou sobre o caso e disse que não irá mais aos shows do sambista. “Acho que não te ofendi nem te maltratei em pegar em seu pé para você me olhar e apenas tirar uma foto, mas se eu te ofendi, me desculpa. Apenas seja mais homem e não invente história dizendo que eu te soquei. Queria apenas tirar uma self contigo e nada mais. Mas tá tudo bem, graças a Deus. O pisão não me causou nenhum dano além do moral”, disse.

Nesta terça-feira, ele compartilhou um vídeo mostrando o momento da agressão cometida pelo artista. "É meu caro ferrugem não sei como você pode fazer isso com um fã seu, vou decidir apartir de ontem a não ir mais em seu show. Jamais deixarei de ouvir suas musicas ,mas infelizmente o que você canta você não transmite", disse o mecânico.

Terapia
O pisão não foi a única polêmica que o cantor se envolveu durante sua passagem pela Bahia. no último domingo (23), abandonou o palco do Forró do Bosque, em Cruz das Almas após ter sido atingido por objetos. 

Em meio a tanta confusão, ele garantiu que irá procurar ajuda profissional.

"Nunca fiz [terapia] e tinha preconceito com isso. Mas também recebi um toque do meu empresário e passarei a fazer. Preciso de tratamento. Vou buscar sim uma terapia", afirmou, em entrevista ao Blog do Leo Dias.

"Meu sangue esquenta muito fácil e eu preciso aprender a lidar com isso. Entendo perfeitamente que sempre vão colocar a culpa em mim, ninguém quer ver o outro lado. Mas não consegui pensar naquele momento que eu precisaria ter uma reação pra agradar a todos", continuou.

Ao portal, ele explicou como aconteceram as duas confusões. "Tudo começou no show do 'Forró do Bosque'. Desde que chegamos lá sabia que não ia rolar a possibilidade de se apresentar, mas insisti para fazer o show pelo público. Faltava estrutura, equipamento, camarim para banda, uma complicação atrás da outra. Brigas no meio do público. Tudo isso já mexia com a minha cabeça antes do show. Muitas coisas aconteceram para deixar minha cabeça a milhão e, para finalizar jogaram um copo em mim", disse.

Ele seguiu: "Naquele momento me senti vulnerável, não queria parar o show para dar lição de moral, e tive a reação mais passiva que eu poderia tomar. Deixando o palco. Fui embora porque não merecia aquilo. Estávamos sujeitos a problemas muito maiores ali se eu continuasse. As pessoas que me jogaram o copo em nenhum momento foram repreendidas. Primeiro vem o copo, depois jogam gelo, isso encoraja o público. Só tentei que aquele show acontecesse por conta do público, mas no dia seguinte foi o 'bafafá' que todos viram".

Ferrugem também comentou, para Leo Dias, o espetáculo do dia seguinte, em Senhor do Bonfim. "Eu ainda me sentia vulnerável, com a cabeça no show anterior. Não tinha virado a página ainda, sabe? Mas o segundo show foi extremamente maravilhoso. Dancei com pessoas, brinquei. Mas teve o momento do pisão e eu não me orgulho nada em ter feito isso", garante.

"Foi uma reação tomada pelo calor do momento. Aquele cara enfiou a mão entre a minha meia e a minha calça e começou a cravar a unha na minha perna. E ele ria. Mas nada justifica. Eu nunca deveria ter ultrapassado meu limite. Mas aconteceu. Eu me enxergo igual à todos, sabe? Se tivesse noção do lugar que hoje ocupo não teria feito isso", concluiu.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/policia-identifica-e-indicia-suspeito-de-espancar-jovem-em-ondina/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cadela-percorre-200-km-a-procura-dos-donos-que-a-abandonaram/
Cadela russa Maru foi encontrada chorando e com patas e focinho quebrados
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/toca-anuncia-principais-atracoes-da-programacao-ate-dezembro/
Filipe Catto, banda Mulamba e edição especial com Larissa Luz cantando Elza Soares estão entre os destaques; confira
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/oitava-edicao-do-gamepolitan-se-voltara-ao-universo-analogico/
Evento, considerado o maior da área de games do Norte-Nordeste, acontece em Salvador neste fim de semana (27 e 28)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/quem-e-lil-nas-x-o-rapper-gay-dono-do-maior-hit-de-2019/
Rapper americano tem apenas 20 anos e está há 16 semanas consecutivas no primeiro lugar da Billboard
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/barra-69-ultimo-show-de-caetano-e-gil-antes-do-exilio-quase-teve-invasao-hippie/
Apresentações no TCA em julho de 1969 completam 50 anos; conheça os bastidores
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/projeto-boa-musica-comeca-com-geraldo-azevedo/
Cantor e compositor se apresenta neste domingo (21) no Othon e divide o palco com a banda Estakazero
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/new-hit-tj-ba-nega-absolvicao-a-musicos-acusados-de-estupros/
Oito integrantes do extinto grupo de pagode foram condenados a dez anos
Ler Mais