Baiano que teve a mão pisada por Ferrugem registra B.O. contra cantor

em alta
26.06.2019, 18:07:17
Atualizado: 26.06.2019, 18:45:44
Agressão ocorreu durante show em Senhor do Bonfim (Foto: Divulgação)

Baiano que teve a mão pisada por Ferrugem registra B.O. contra cantor

Mecânico compartilhou vídeo com momento em que ídolo o agrediu em Bonfim

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


O mecânico Aerton Bonieck, 28 anos, fã que teve a mão pisada pelo cantor Ferrugem durante um show em Senhor do Bonfim, no Centro Norte baiano, registrou um boletim de ocorrência contra o artista. As informações foram divulgadas pelo colunista Leo Dias.

No Instagram, Aerton desabafou sobre o caso e disse que não irá mais aos shows do sambista. “Acho que não te ofendi nem te maltratei em pegar em seu pé para você me olhar e apenas tirar uma foto, mas se eu te ofendi, me desculpa. Apenas seja mais homem e não invente história dizendo que eu te soquei. Queria apenas tirar uma self contigo e nada mais. Mas tá tudo bem, graças a Deus. O pisão não me causou nenhum dano além do moral”, disse.

Nesta terça-feira, ele compartilhou um vídeo mostrando o momento da agressão cometida pelo artista. "É meu caro ferrugem não sei como você pode fazer isso com um fã seu, vou decidir apartir de ontem a não ir mais em seu show. Jamais deixarei de ouvir suas musicas ,mas infelizmente o que você canta você não transmite", disse o mecânico.

Terapia
O pisão não foi a única polêmica que o cantor se envolveu durante sua passagem pela Bahia. no último domingo (23), abandonou o palco do Forró do Bosque, em Cruz das Almas após ter sido atingido por objetos. 

Em meio a tanta confusão, ele garantiu que irá procurar ajuda profissional.

"Nunca fiz [terapia] e tinha preconceito com isso. Mas também recebi um toque do meu empresário e passarei a fazer. Preciso de tratamento. Vou buscar sim uma terapia", afirmou, em entrevista ao Blog do Leo Dias.

"Meu sangue esquenta muito fácil e eu preciso aprender a lidar com isso. Entendo perfeitamente que sempre vão colocar a culpa em mim, ninguém quer ver o outro lado. Mas não consegui pensar naquele momento que eu precisaria ter uma reação pra agradar a todos", continuou.

Ao portal, ele explicou como aconteceram as duas confusões. "Tudo começou no show do 'Forró do Bosque'. Desde que chegamos lá sabia que não ia rolar a possibilidade de se apresentar, mas insisti para fazer o show pelo público. Faltava estrutura, equipamento, camarim para banda, uma complicação atrás da outra. Brigas no meio do público. Tudo isso já mexia com a minha cabeça antes do show. Muitas coisas aconteceram para deixar minha cabeça a milhão e, para finalizar jogaram um copo em mim", disse.

Ele seguiu: "Naquele momento me senti vulnerável, não queria parar o show para dar lição de moral, e tive a reação mais passiva que eu poderia tomar. Deixando o palco. Fui embora porque não merecia aquilo. Estávamos sujeitos a problemas muito maiores ali se eu continuasse. As pessoas que me jogaram o copo em nenhum momento foram repreendidas. Primeiro vem o copo, depois jogam gelo, isso encoraja o público. Só tentei que aquele show acontecesse por conta do público, mas no dia seguinte foi o 'bafafá' que todos viram".

Ferrugem também comentou, para Leo Dias, o espetáculo do dia seguinte, em Senhor do Bonfim. "Eu ainda me sentia vulnerável, com a cabeça no show anterior. Não tinha virado a página ainda, sabe? Mas o segundo show foi extremamente maravilhoso. Dancei com pessoas, brinquei. Mas teve o momento do pisão e eu não me orgulho nada em ter feito isso", garante.

"Foi uma reação tomada pelo calor do momento. Aquele cara enfiou a mão entre a minha meia e a minha calça e começou a cravar a unha na minha perna. E ele ria. Mas nada justifica. Eu nunca deveria ter ultrapassado meu limite. Mas aconteceu. Eu me enxergo igual à todos, sabe? Se tivesse noção do lugar que hoje ocupo não teria feito isso", concluiu.

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/idoso-de-81-anos-e-o-100o-paciente-com-covid-19-a-ter-alta-no-hospital-portugues/
Unidade comemorou liberação do homem, que deu entrada há seis dias com 50% do pulmão comprometido
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/depois-de-um-susto-targino-se-prepara-para-cantar/
Músico sofreu grave acidente de carro, mas escapou ileso e agora se prepara para fazer lives
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sao-joao-sera-comemorado-com-maratona-de-lives-promovidas-pelo-correio/
Serão seis apresentações de bandas e cantores durante o projeto, que arrecadará doações
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/junho-chegou-correio-promove-lives-para-comemorar-o-sao-joao/
Apresentações acontecem sempre às sextas e sábados de junho, às 19h
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/editorial-fotografado-a-distancia-une-tres-paises-na-quarentena/
O ensaio foi realizado pela plataforma Zoom, usando celular
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bau-de-marrom-a-bahia-tambem-ensina-como-cantar-e-dancar-forro/
Além da Axé Music a Bahia também exporta arrasta pé
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/copo-de-leite-faz-haddad-acusar-bolsonaro-de-brindar-supremacistas-brancos-entenda/
Leite tem sido usado como símbolo por neonazistas nos EUA; petista enxergou provocação após repercussão de mortes de homens negros. Presidente nega
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/anastacia-comemora-80-anos-com-muito-forro/
Cantora e compositora lança EP com produção de Zeca Baleiro e parcerias com Mariana Aydar, Chico César e Amelinha
Ler Mais