Bandido capota picape roubada e é baleado por policiais na Orlando Gomes

salvador
24.03.2020, 14:39:00

Bandido capota picape roubada e é baleado por policiais na Orlando Gomes

Caso ocorreu na manhã desta terça (24)

Foto: Divulgação

Um homem ainda não identificado foi baleado durante uma perseguição policial na manhã desta terça-feira (24). Ele tinha acabado de roubar uma picape na Estrada do Coco, no trecho de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador, quando foi surpreendido uma equipe da Polícia Militar. Na fuga, o ladrão capotou o veículo na Avenida Orlando Gomes, em Piatã. Sem se render, ele acabou sendo atingindo com um disparo na perna e acabou preso.

O caso aconteceu por volta das 11h. O homem estava armado quando assaltou o dono do carro, modelo Amarok, e seguiu em direção à capital baiana. Segundo policiais militares que participaram da ação, uma equipe da 15º Companhia Independente da PM (CIPM/Itapuã), que já havia sido informada do roubo pela Central de Polícia, cruzou com a picape nas imediações do Aeroporto de Salvador – na hora, o bandido acelerou ainda mais o veículo e passou a ser perseguido pelos policiais.

Na Avenida Orlando Gomes, a picape perdeu o controle nas imediações do Sinai Cimatec e capotou.  “Ele ainda conseguiu sair correndo, entrando numa mata e pulou a cerca de um terreno, mas não foi muito longe. Foi baleado na perna e capturado”, revelou um dos policiais ao CORREIO.

A reportagem pediu detalhes do caso à Polícia Civil, mas a assessoria de comunicação respondeu que as informações sobre a ocorrência serão passadas pela Polícia Militar e que está averiguando em qual a delegacia o caso foi registrado.  

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas